Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Mesmo com flexibilização do comércio, CDL projeta queda de 30% nas vendas para o Dia dos Pais

por Isadora Helena Martins

Segundo a Pesquisa de Intenção de Compras da entidade, perda do poder aquisitivo da população é um dos principais fatores para diminuição das vendas

Foto: Divulgação

As datas comemorativas são sempre importantes para o comércio, pois impulsionam as vendas. Porém, este ano, por conta da pandemia que impacta nas restrições no atendimento e perda do poder aquisitivo da população, a CDL Caxias projeta uma queda de 30% nas vendas para o Dia dos Pais, na comparação com o ano passado. Esta estimativa leva em consideração a bandeira laranja que flexibiliza o funcionamento do comércio. Segundo a Pesquisa de Intenção de Compras da entidade, caso permanecesse a bandeira vermelha, a queda seria de 50%.

Ainda de acordo com o estudo, metade dos entrevistados afirmou que o coronavírus afeta muito na hora da compra. O levantamento apurou, ainda, que 64% da população declarou que a renda da família foi muito prejudicada por conta da crise provocada pela Covid-19. Assim mesmo, o ticket médio, ou seja, o valor a ser gasto no presente será de R$ 188, segundo a pesquisa. Outro dado apontado é que 86% dos consumidores devem comprar no comércio local. Desses, 55% devem ir a lojas de rua do centro, 15,63% nas de bairros, 8% em shopping e apenas 8% pretendem comprar via comércio eletrônico.

O gerente Administrativo Financeiro da CDL Caxias do Sul, Carlos Alberto Cervieri, afirmou durante entrevista na Tua Rádio São Francisco, que as compras em lojas físicas são fundamentais para movimentar o setor: “Pelas próprias pesquisas o consumidor caxiense não tem o hábito da compra eletrônica, ele prefere ir até o estabelecimento para verificar o produto, experimentar, ter o contato físico”. Cervieri também afirmou que micros e pequenos empreendedores não estão adaptados às plataformas de e-commerce. “O pequeno e micro comerciante não está preparado para a venda eletrônica, isso é mais para os grandes comerciantes. Por isso lutamos pelas flexibilizações, por menor que sejam, para que os consumidores possam fazer essa compra e a data do Dia dos Pais não ser tão negativa para o setor”.

Quanto aos serviços mais procurados na data, como almoço em restaurantes, a pesquisa apontou que 86,21% da população pretendem fazer um almoço especial em casa e 10,34% devem ir fazer a refeição em restaurante. Sobre os presentes mais procurados, vestuário e moda (54%), calçados (16%) e perfumes e cosméticos (15%) aparecem no topo da lista de preferências.   

Durante a entrevista, Cervieri também afirmou que o comércio caxiense está preparado, de acordo com os protocolos de segurança, para atender os clientes. “Nós sempre solicitamos aos associados que tomem todas as medidas e garantias de segurança para os consumidores. Fornecimento de álcool gel, máscaras, distanciamento, número de clientes na loja, número de funcionários. Então, o comércio sempre fez o seu tema de casa”. Ouça a entrevista completa AQUI.   

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais