Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Caxiense relata espera de 13 horas para conseguir atendimento na UPA Zona Norte

Baixar Áudio por Isadora Helena Martins

Conforme secretário da Saúde, Júlio Freitas, são feitas fiscalizações contínuas no local

Foto: Divulgação / Mateus Argenta

Treze horas. Esse foi o tempo que o filho de Jane Denise Alves esperou para conseguir uma consulta na Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA 24H), localizada na Zona Norte de Caxias do Sul, nesta segunda-feira (16). Conforme relatou Jane, seu filho foi encaminhado para o local pelo médico da própria empresa, pois estaria sentindo dores provocadas pela vesícula: “Ele foi às 10 horas da manhã e quando eram 23 horas, meu filho permanecia lá. Quando atenderam ele simplesmente deram um comprimido. É um descaso total com o ser humano, um descaso total com a saúde, porque nós não estamos pedindo nada de graça, nós pagamos nossos impostos”.

O filho de Jane é um exemplo de tantos outros pacientes que se deparam com a demora no atendimento na UPA 24H, que com o fechamento do antigo Postão 24H, acabou absorvendo também a demanda do local.

Contatado para se manifestar sobre a situação, o secretário da Saúde de Caxias do Sul, Júlio César Freitas afirmou que há uma comissão da Secretaria que faz fiscalizações contínuas na UPA Zona Norte para avaliar a qualidade do atendimento, e que um dos pontos principais é o tempo de espera. “Esse acompanhamento é feito. Inclusive, esse relatório da comissão é um dos requisitos para a renovação do contrato com a organização social que está administrando. E casos pontuais onde se passa o tempo normal de espera, dependendo da classificação de risco, nós vamos verificar pontualmente cada caso e porque aconteceream. Obviamente que sabemos que alguns problemas ocorrem por problemas de fluxo, problema de comunicação ou por diversos fatores”, explicou.

Em casos de demora excessiva o titular da pasta orienta que os usuários façam a denúncia na ouvidoria do Município. O serviço está diponível no site sac.caxias.rs.gov.br/ ou telefone (54) 3218.6038, ou ainda, de forma presencial, das 10h às 16h, na Secretaria de Recursos Humanos e Logística, no 1º andar do Centro Administrativo.

Plano de contingência

Freitas também garantiu que o plano de contingência implantado pela prefeitura ainda em junho deste ano, que prevê a tranferência de pacientes de menor risco para a clínica Clélia Manfro, está sendo suficiente para atender a demanda.

O contrato do Município com a Clínica Clélia Manfro, que estava previsto para encerrar com o fim do inverno, foi prorrogado até 10 de outubro. A medida consta no Temo de Ajustamento de Conduta assinado entre a prefeitura de Caxias e o Ministério Público desde o fechamento do Postão, em outubro do ano passado. “Nós verificamos no momento de pico de atendimento na UPA Zona Norte, mais de 400 atendimentos por dia. Agora, no inverno, e com essa retaguarda do plano de contingência nós verificamos que hoje tem ficado em torno de 350 atendimentos por dia. Então ele [plano de contingência] tem atendido satisfatoriamente dentro daquilo que nós propomos”.

Quanto a previsão para abertura da UPA Central, o secretário comentou que deve ocorrer ainda neste ano, mas sem data definida .  

Ouça a notícia no link acima da foto.

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais