Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Câmara aprova projeto que permite realocar servidores de UBSs para as UPAs de Caxias

por Pablo Ribeiro

Segundo a secretária da Saúde, essa manobra é apenas uma precaução para caso as UPAs enfrentem uma superlotação devido ao aumento exponencial de casos de covid-19

Foto: Andressa Boeira/Arquivo/Divulgação

A Câmara de Vereadores de Caxias do Sul aprovou, por unanimidade, em sessão extraordinária, na manhã desta quinta-feira (04/03), o Projeto de Lei Complementar (PLC) de autoria do Executivo, que permitirá que a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realoque, temporariamente, servidores de unidades básica de saúde (UBSs) para Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da cidade.

Em reunião on-line com os parlamentares, na tarde da última terça-feira (02/03), a secretária de Governo, Grégora Fortuna dos Passos, e a secretária da Saúde, Daniele Meneguzzi, explicaram a necessidade urgente de o projeto ser discutido e aprovado, além de solicitarem apoio da Câmara. Segundo a secretária da Saúde, essa manobra é apenas uma precaução para caso as UPAs enfrentem uma superlotação devido ao aumento exponencial de casos de covid-19.

O líder de governo na Câmara, vereador Olmir Cadore (PSDB), falou sobre a importância do projeto. “O Executivo, neste momento difícil da pandemia, encaminha esse projeto, pedindo essa possibilidade. Estamos preocupados com a dificuldade no atendimento. Há uma necessidade urgente de recolocar pessoas nas UPA’s para que se faça um melhor atendimento”.

O projeto de Lei Complementar agora segue para a sanção do prefeito Adiló Didomenico (PSDB).

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais