Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Profissional de Educação Física dá dicas para amenizar desconforto do uso da máscara durante prática de exercícios

por Isadora Helena Martins

Durante entrevista na Tua Rádio São Francisco, Cassiano Klein também deu orientações de como adaptar (ou iniciar) a rotina de atividades físicas à nova realidade

Foto: Divulgação

A atividade física é um dos aspectos fundamentais para manter a saúde física e mental do corpo. O exercício regular também contribui para fortalecer o sistema imunológico e prevenir gripes, viroses e outras doenças. Porém, com a pandemia do novo coronavírus, a rotina de exercícios de muitas pessoas acabou sendo alterada devido à necessidade de distanciamento social, as restrições impostas às academias e ginásios de esportes, além da impossibilidade de aglomerações.

Por isso, adaptações são necessárias, mas, educadores físicos e profissionais da área da saúde recomendam que a população não deixe de praticar atividades e de manter uma rotina saudável, combinada à boa alimentação e horas necessárias de sono.

Durante entrevista na Tua Rádio São Francisco, o profissional de Educação Física, Cassiano Augusto Klein deu algumas dicas para quem pratica esportes e para quem deseja iniciar uma rotina de exercícios. Confira:

- Uso da máscara durante atividades físicas: o uso da máscara combinado a exercícios de alta intensidade como corrida, musculação e ciclismo por vezes pode gerar desconforto, dificuldade na respiração ou até falta de ar. Segundo Cassiano, uma alternativa pode ser substituir o item pelo face shield (protetor facial) ou bandanas, como as utilizadas por ciclistas e motociclistas. Mas, ele salienta que para isso, é importante que o atleta busque locais mais retirados, longe das ruas e vias centrais, para praticar a atividade física.

- Intensidade e periodicidade das atividades: segundo Cassiano, a indicação é que entre um exercício e outro (séries) o intervalo seja maior, pois a utilização da máscara pode contribuir com o aumento da frequência cardíaca. Ele também afirmou que a intensidade das atividades deve ser equilibrada para que não haja um estresse corporal. Para quem já faz atividades físicas a recomendação é de 45 a 60 minutos de atividades diárias. Para quem não faz atividades regularmente, o indicado é 45minutos, de duas a três vezes por semana.

- Exercícios em casa: uma das alternativas para continuar a se exercitar, sem frequentar locais como academias, foi exercício em casa. Cassiano salientou que, nesse caso, o ideal seria consultar um profissional da área para obter algumas orientações a fim de evitar lesões ocasionadas por exercícios feitos incorretamente. Ele também salienta que ao fazer atividades físicas em casa, as pessoas optem por exercícios de intensidade baixa ou moderada.

- Atividades nas academias: para aqueles que continuam frequentando as academias, a indicação do profissional é redobrar os cuidados com a higiene, limpando os equipamentos com o produto adequado antes e depois da utilização. Cassiano também salienta que a máscara não deve ser tocada durante a atividade para evitar a contaminação.

Ouça a entrevista completa AQUI.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais