Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Nível do Complexo Dal Bó está em apenas 55% e é a represa com a situação mais crítica, em Caxias

por Daniel Lucas Rodrigues

Informação foi dada pelo diretor-presidente do Samae, Gilberto Meletti, em entrevista ao programa Conectando Esperança

Foto: Divulgação/Agência Brasil

A informação é do diretor-presidente do Samae, Gilberto Meletti. Em entrevista na manhã desta quinta-feira (27/01) ao programa Conectando Esperança, Meletti destacou que o nível das cinco represas de Caxias do Sul está abaixo do normal e que esse acompanhamento pode ser feito diariamente pelo site do Samae. A situação mais crítica é do Complexo Dal Bó, na região do Bairro Fátima, que está com apenas 55% de sua capacidade.

Ele conta sobre o nível das outras represas: Samuara (93%), Marrecas (90%), Maestra (84%) e Faxinal (79%). Segundo o diretor-presidente, a localização do Complexo Dal Bó na área urbana impacta nesta diminuição, uma vez que foi a primeira represa da cidade e se situa numa área antropizada, ou seja, que sofreu muitas alterações ao longo dos anos por ações humanas. Isto dificultaria a chegada da água na bacia de captação. Combinada a situação de estiagem, baixou drasticamente a capacidade de abastecimento. (Clique AQUI e ouça a declaração completa).

Nesta semana a Prefeitura de Caxias publicou um decreto com medidas para racionalizar o uso de água e evitar o risco de desabastecimento. O texto proíbe o uso de água fornecida pelo Samae em atividades consideradas como não essenciais. 

Ainda de acordo com o Samae, as denúncias de uso irregular de água potável podem ser feitas por meio do telefone 115 ou também pelo WhatsApp, no número 9 9180-0893. A primeira infração, segundo a autarquia, será apenas orientativa e como alerta. Em caso de reincidência, será aplicada multa no valor de R$ 286, que corresponde a 10 tarifas mínimas de água.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais