Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Retirada das pedras da Rota do Sol, em Itati, deve iniciar em março

Baixar Áudio por Isadora Helena Martins

Informação foi confirmada durante reunião entre empresários da Serra e secretário de Transportes do Estado. Concessão e manutenção de rodovias da região também estiveram na pauta do encontro

Foto: Divulgação

A retirada das pedras da Rota do Sol, que causam a obstrução de parte da rodovia há mais de sete meses, deve começar apenas em março deste ano. A informação foi confirmada durante uma reunião que ocorreu na tarde desta terça-feira (28) em Porto Alegre, entre Entidades Representativas da Classe Empresarial da Serra Gaúcha (CICS) e o secretário de Logística e Transportes do Estado, Juvir Costella. O desmoronamento de rochas no Km 4 da ERS-486, na localidade de Itati, ocorreu no dia 2 de junho do ano passado. Desde então, o trecho está em meia pista o que ocasiona transtornos para os motoristas.

Conforme o diretor-executivo da CIC Caxias do Sul, Gelson Dalberto, que estava presente na reunião, o licenciamento ambiental e a construção de uma contenção são alguns dos entraves para a desobstrução da pista: “A resposta que veio é que há todo um trabalho de engenharia, mas aquele trecho tem problemas sérios de licenças ambientais e pra se retirar aquelas pedras tem que fazer todo um trabalho que está em fase final de elaboração. Segundo o secretário Juvir Costella, a partir de março deverá acontecer a execução e vai ter que ser feita uma contenção, inclusive, pra que não aconteça de novo”.

Não há um prazo estabelecido para a conclusão do trabalho e para que a pista seja totalmente liberada.
 

Concessões das rodovias estaduais

O estudo de concessões de rodovias do Estado por meio de investimentos privados foi outra pauta da reunião. Segundo Dalberto, a ERS-122, no trecho de Farroupilha a Caxias do Sul; a ERS-446, entre Carlos Barbosa e São Vendelino; a RSC-453, no trevo da TelaSul, em Garibaldi, e também da Rota do Sol estão inclusos no estudo: “São trechos bem importantes que precisam de soluções urgentes. Então a gente ouviu que o Estado contratou no dia 17 de janeiro o BNDES pra que faça um estudo de modelagem desses trechos. O BNDES então durante 2020 vai elaborar esse estudo para que em 2021 seja publicado o edital para se fazer essas concessões”.  

Com as concessões praças de pedágio deverão voltar a ser instaladas em alguns pontos aqui da Serra e conforme o diretor da CIC, na reunião o secretário Juvir Costella afirmou que o governo vai prezar para que as tarifas sejam as menores possíveis: “Está muito claro, inclusive com a orientação da Secretaria e do governador, que o pedágio deverá ser a menor tarifa possível de acordo com o benefício que se quer. Aonde e quantos serão, ainda não está definido, mas deverá passar por pedágio, sim”.  

Os estudos definirão as medidas necessárias para qualificar as rodovias, como duplicações, implantação de terceiras faixas e obras de segurança viária para as comunidades próximas, entre outras medidas. Ao todo, o Estado pretende conceder à iniciativa privada mais de mil quilômetros de rodovias gaúchas.
 

Manutenção das rodovias da Serra Gaúcha

Sobre a manutenção das rodovias, no que diz respeito à roçada e conserto de buracos, Dalberto disse que o Estado demonstrou que é uma prioridade, mas que para executar é preciso a liberação de dinheiro: “Houve uma cobrança muito forte de todas as entidades para a manutenção desses trechos. À medida que comece a liberação de alguma verba da Secretaria da Fazenda, isso será uma prioridade do governador”.

Mesmo configurada como uma prioridade, não ficou definido quando e quais serviços o governo gaúcho vai executar nas rodovias da região.

Além de Dalberto, estavam na reunião o diretor de Política Urbana e Infraestrutura da entidade, Delmar Perizzolo, o presidente do Sinduscon Caxias, Rodrigo Postiglione, representantes da CICS Serra, do Corede Serra, do Mobi Caxias e das CICs de Bento Gonçalves e Farroupilha.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais