Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Frente Parlamentar em Defesa da Universidade Federal irá preparar ato público em massa

por Clayton Camargo

Uma reunião intensificou a mobilização pelo Ensino Superior gratuito na Serra Gaúcha

Foto: Fábio Rausch

Um ato público em massa deverá ser organizado pela Frente Parlamentar em Defesa da Universidade Federal na Serra Gaúcha. Na noite desta segunda-feira (08/04), no plenário da Câmara Municipal de Caxias do Sul, uma reunião pública intensificou a mobilização pelo Ensino Superior gratuito na região. A condução das atividades coube à presidente do grupo, a vereadora Rose Frigeri/PT. Mais de 200 pessoas lotaram as cadeiras e as galerias da Casa, onde havia cidadãos em pé.

Uma ideia levantada pela ex-deputada estadual Marisa Formolo/PT também obteve acolhida da frente parlamentar. Trata-se da constituição de um documento representativo. O texto registrará o intento da região, pela universidade pública federal, com as assinaturas de órgãos, entidades e personalidades envolvidos com a causa.

A deputada federal Denise Pessôa/PT contou um pouco das articulações, em Brasília, para viabilizar a luta. Ressaltou que, a partir de emenda sua, o plano plurianual (2024-2027) do governo federal contém recursos destinados para estudos técnicos pela universidade federal, na região. “Concentramos 11% do produto interno bruto (PIB) e da população do Estado. Mesmo assim, temos muita desigualdade social”, enfatizou.

De acordo com Denise, a meta da União é chegar nos 1 mil institutos federais no Brasil, incluindo cursos técnicos e de graduação. Informou que as instituições receberão R$ 3,9 bilhões do novo plano de aceleração do crescimento (PAC).

A secretária municipal da Educação, Flávia Vergani, pontuou que o debate precisa sair do papel. Em seguida, ela recebeu a cobrança do vereador Rafael Bueno/PDT, quanto a uma participação mais efetiva do prefeito Adiló Didomenico, no debate.

Enquanto isso, o deputado estadual Gilberto Pepe Vargas/PT lembrou que, a partir de 2005, houve um processo de consolidação de novas instituições federais de ensino público superior. Afirmou que, até 2016, foram 18 novas universidades no país, além das extensões de 181 campi de instituições existentes, que levaram estrutura para outras regiões. “No período, o número de vagas, no Ensino Superior, saltou de 505 mil para 932 mil. Só que esse processo parou e, agora, está sendo retomado", observou.

O deputado estadual Carlos Búrigo/MDB salientou que todos os municípios da região estão unidos em torno do pleito. “São mais de 1 milhão de pessoas. Queremos que os jovens, instruídos na inovação e na tecnologia, possam ficar na região e contribuir com uma economia forte”, disse.

A estudante Sibelle Ramos Testolin, do Colégio Estadual Henrique Emílio Meyer, falou em nome dos alunos presentes. Destacou o papel do ensino, da pesquisa e da extensão, na capacitação e na produção de conhecimento, no âmbito universitário público federal.

Além da vereadora-presidente Rose Frigeri, fazem parte da Frente Parlamentar em Defesa da Implantação da Universidade Federal da Região Nordeste do Estado do Rio Grande do Sul os vereadores Adriano Bressan/PP, Clóvis de Oliveira/UB, Estela Balardin/PT, Gladis Frizzo/PP, Lucas Caregnato/PT, Lucas Diel/PRD, Maurício Scalco/PL, Olmir Cadore/PSDB, Rafael Bueno/PDT e Renato Oliveira/PCdoB.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais