Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Caxienses devem gastar, em média, R$ 485 em compras para o Natal

Baixar Áudio por Pablo Ribeiro

Expectativa da Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul (CDL) é de que as vendas ultrapassem a casa de 5% em relação a 2018

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil/Divulgação

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Caxias do Sul (CDL) divulgou, na manhã desta terça-feira (17), pesquisa de intenção de compras dos consumidores caxienses para o Natal. Foram entrevistadas 399 pessoas entre os dias 6 e 11 de dezembro. O resultado do levantamento aponta que o valor médio a ser gasto na data será de R$ 485,73.

Em 2018, a estimativa de valor médio investido foi de R$ 390,34, ou seja, em relação ao ano passado, a perspectiva teve aumento de aproximadamente 24%.  Segundo o coordenador de Tecnologia e Inovação (TI) da CDL, Cléber Figueredo, questões como a melhora da economia, otimismo e segurança do consumidor, contribuíram para a elevação do ticket médio. Ainda conforme Figueredo a expectativa de vendas pode ultrapassar a casa dos 5%. “Nós estamos percebendo um movimento de otimismo, mas com bastante cautela”, diz.

Segundo os dados apresentados, 46% dos entrevistados afirmaram que irão às compras no Natal. Outros 16% disseram que já fizeram as compras e 38% não irão às compras. Dos que não irão às compras, o principal motivo é a falta de dinheiro, citado por 35,1% dos entrevistados, seguido por não ter ninguém para presentear, correspondente a 23,8%.

Dentro do percentual das pessoas que irão às compras, 82,9% já sabem o que irão comprar e 17,1% ainda não sabem. A pesquisa também revelou que 89,5% das pessoas pesquisam os produtos antes de comprar e apenas 10% não fazem pesquisas.

Em relação ao produtos e serviços que estão na lista de compras, roupas e acessórios foram citados por 27,3% dos entrevistados, seguido por brinquedos (23,7%). O item que chama a atenção são os livros, preferência de 4,3% dos entrevistados.

Em relação às formas de pagamento, 57,5% dos entrevistados disseram que irão pagar em dinheiro; 21,7% no cartão de crédito; 11,4% no cartão de débito e 7,9% no crediário da loja. A maioria dos entrevistados, cerca de 25,7% disseram que pretendem parcelar as compras em até três vezes.

A pesquisa mostrou que 49,3% dos entrevistados pretendem fazer suas compras em lojas de rua no centro; outros 27,1% em lojas em shoppings da cidade e 8,2% em lojas de rua nos bairros. Dos consumidores que vão às compras, 24,5% esperam agilidade no atendimento e outros 15%, identificação clara nos preços.

Sobre para quem as pessoas irão comprar os presentes de Natal, 24% dos entrevistados disseram que irão presentear o filho ou enteado; outros 23,5% vão dar presentes para o cônjuge.

Sobre o clima natalino, 25% das pessoas disseram que não notaram nada em relação à decorações; outros 61% perceberam algumas mudanças, mas queriam mais, e 14% disseram que sim, a cidade entrou no clima de Natal.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais