Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Cirandeira Criativa vai movimentar crianças, jovens e adultos com oficinas de formação em arte popular e urbana

por Isadora Helena Martins

Projeto contemplado pelo FAC Movimento terá dois eixos formativos e deve ser implementado no segundo semestre em Caxias

Foto: Divulgação / Tatieli Sperry

Um dos três projetos de Caxias do Sul incluídos na lista dos contemplados pelo FAC Movimento, cujo resultado foi anunciado na semana passada pela Secretaria de Estado da Cultura, o Cirandeira Criativa vai realizar oficinas de arte popular e urbana através de atividades de formação destinada a crianças, jovens e adultos das comunidades de Caxias do Sul. 
 
A ênfase das atividades será na cultura afro-brasileira e indígena, com o objetivo de fomentar essas manifestações, construir valores de cidadania e pertencimento, além de possibilitar o acesso a estes grupos de atividades que abordam o contexto histórico, as danças brasileiras, a percussão com recicláveis, a customização de figurinos e arte urbana através do grafite.

As atividades deverão ser realizadas por um período de nove meses, com aulas semanais. Num dos eixos do projeto, atuam a dançarina Vanessa Carraro, com aulas de dança, e o músico Tonico de Ogum, com oficina percussão e criação de instrumentos percussivos feitos com materiais recicláveis. No segundo eixo, as atividades previstas são oficinas de customização de figurinos, com a designer Fran Hermoza, de grafite, com Andrigo Martins, além de atividades de contextualização histórica, coordenadas pelas oficineira Carina Monteiro Dias. A produção cultural é de Florencia Del Carmem Nieto.  

As atividades deste projeto se somam a outras já desenvolvidas em Caxias do Sul pela dançarina Vanessa Carraro e pelo músico Tonico de Ogun. Trata-se, segundo Vanessa, de uma ciranda construída por muitas mãos dadas.

“Esta é uma ciranda em que a gente precisa dar as mãos para fazer esta roda girar. A energia de todos é muito importante. Estamos rodando com esta ciranda na cidade há um bom tempo. Esse novo olhar, agora contemplado, cria outros enfoques para a cultura popular e a arte urbana. São espaços que se aproximam”, disse Vanessa em entrevista ao Programa Café & Cultura.

O projeto também deverá contemplar apresentações para o público caxiense como demonstração das atividades desenvolvidas com participação do percussionista Tonico de Ogum e do violonista Dan Ferreti, bem como muitos dos oficineiros.

Confira a entrevista completa aqui.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais