Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Além de inserir ao mercado de trabalho, programa da Codeca inicia cursos técnicos para apenados

por Daniel Lucas Rodrigues

Em Caxias do Sul, nova etapa do projeto “Segunda Chance” foi apresentada pela entidade nesta quarta-feira (25/11)

Foto: Divulgação/Guilherme Pulita

A Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) aumentou para 50 o número de vagas disponíveis no programa de reinserção de presos do regime aberto e semiaberto no mercado de trabalho, a partir desta quarta-feira (25/11). Além de oportunizar um emprego aos apenados, o projeto “Segunda Chance” vai iniciar a formação profissional com cursos técnicos e um contrato de trabalho de seis meses na entidade após o cumprimento da pena. Os reeducandos vão atuar na manutenção de prédios públicos do Município.

O programa possui parceria com a Superintendência do Serviços Penitenciários (Susepe), Comissão de Segurança Pública da Câmara de Vereadores e Tribunal de Justiça, por meio da Vara Regional das Execuções Criminais. Esta nova fase da iniciativa foi conversada com o diretor administrativo da Codeca, Luis Felipe Burtet. Segundo ele, a ideia é retirar a imagem preconceituosa que a comunidade possui de um detento e fornecer experiência profissional para que a inclusão no mercado de trabalho seja rápida. Essas ações podem ajudar para que o preso não volte ao mundo do crime.

Em uma parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Civil da cidade (Sinduscon), serão realizados treinamentos na área para a primeira turma de apenados. Até o momento, há 30 inscritos. Burtet conta que terão aulas teóricas e práticas. Por exemplo, em uma determinada etapa do curso haverá o ensino de pintura. O reeducando irá até uma escola municipal ou em outro local para desenvolver o que foi aprendido. Ele reforça que o detento necessita frequentar uma das capacitações para ter a vaga na companhia.

Para o futuro, Burtet afirma que a Codeca pretende ampliar a ajuda às famílias. O objetivo é preparar os familiares a receber o preso, a fim de que não retornem à criminalidade.

O projeto “Segunda Chance” também possui apoio do banco Santander e da Secretaria Municipal da Segurança e Proteção Social

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais