Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Presidente do Conselho de Agropecuária e Abastecimento avalia perdas com a estiagem

Baixar Áudio por Ana Lúcia Jacomini

Se preferir, ouça este conteúdo no player de áudio da matéria

As perdas do setor primário gaúcho estão crescendo com o passar dos dias, em função da estiagem que atinge o estado. Em Marau, as lavouras de milho sofrem danos irreversíveis e as plantações de soja não deverão apresentar a produtividade antes esperada. A informação é de Rodrigo Coradi, presidente do Conselho Municipal de Agropecuária e Abastecimento.

A entidade estima quebra na safra de milho em torno de 80% ou até mais. O grão teria a alimentação animal como destino e apresenta perda nutricional para o gado leiteiro. Consequentemente, explica Coradi, nos próximos meses deve ser verificada uma queda na produção de leite do município – uma das principais bacias leiteiras do Rio Grande do Sul. Além disso, os custos do produtor de leite devem aumentar. Muitas áreas plantadas com milho já estão sendo liberadas com aval das vistorias técnicas e das instituições financeiras, que viabilizam o seguro agrícola.

A exemplo de outros municípios, em Marau os plantios de soja também não foram finalizados dentro do zoneamento de risco climático, que encerrou no dia 31 de dezembro. Em torno de 98% da área estimada para o grão está com o plantio concluído e parte foi semeada fora da janela que permite a cobertura do seguro rural.

Entidades ligadas ao agronegócio gaúcho estão pleiteando, junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a ampliação do zoneamento agrícola da soja para até o final de janeiro, de forma com que o plantio atrasado tenha cobertura de seguro. Ainda é cedo para calcular perdas de produtividade na soja, detalha Coradi, pois se houver regularização no sistema de chuvas, a planta tende a reagir.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais