Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Polícia prende em Caxias homem apontado como um dos principais fornecedores de drogas sintéticas da Serra

por Pablo Ribeiro

Prisão ocorreu durante a 3ª fase da Operação Candy Shop. Na residência dele, os policiais encontraram ecstasy, MDMA, pontos de LSD e cocaína, além de embalagens para a droga

Foto: Polícia Civil/Divulgação
Foto: Divulgação

Um homem de 32 anos, apontado pela Polícia Civil como um dos principais fornecedores de drogas sintéticas da Serra Gaúcha, foi preso na manhã desta quarta::feira (28), em Caxias do Sul. A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) deflagrou a 3ª fase da Operação Candy Shop, cujo objetivo é coibir o tráfico de drogas sintéticas, como ecstasy e LSD.

A prisão ocorreu no bairro Santa Fé, Zona Norte de Caxias. O homem já estava com prisão preventiva decretada pela 3ª Vara Criminal de Caxias do Sul e durante o cumprimento do mandado de busca e apreensão, os policiais flagraram uma quantia de drogas sintéticas na casa do detido.

Durante nove meses de investigações, que iniciaram em 2018, a Polícia Civil monitorou a compra e venda desses entorpecentes na região da Serra Gaúcha e constatou que diversas pessoas se associaram para a venda dos entorpecentes na região. Um dos alvos presos na 1ª fase da operação figurava como líder do grupo. A companheira dele fazia o gerenciamento contábil do grupo criminoso e era a responsável pelo pagamento das drogas ao fornecedor, um morador da região metropolitana, que foi preso na 2ª fase da operação Candy Shop. Até aquele momento, a polícia sabia que os três abasteciam a região da Serra Gaúcha, sendo que as drogas eram revendidas para traficantes menores que as comercializavam em festas de música eletrônica.

Nesta 3ª fase da operação, os policiais concentraram esforços na identificação do homem preso no bairro Santa Fé, que não tinha antecedentes criminais e levava uma vida discreta. Na residência dele, os policiais encontraram ecstasy, MDMA, pontos de LSD e cocaína, além de embalagens para a droga.

O nome da Operação Candy Shop, traduzido para o Português, significa “Loja de Doce”. “Doce” e “Bala” são os nomes que os traficantes e usuários utilizam para se referir às drogas LSD e Ecstasy.

RESULTADO DA OPERAÇÃO CANDY SHOP NAS 3 FASES:

:: 15 mandados de busca e apreensão cumpridos;
:: 14 presos preventivamente;
:: 6 presos em flagrante;
:: 8710 comprimidos de Ecstasy apreendidos;
:: 1,4kg de maconha apreendido;
:: 32 pontos de LSD apreendidos"
:: 10 porções de cocaína prontas para a venda;
:: porções de MDMA;
:: diversas balanças de precisão;
:: dinheiro;
:: centenas de embalagens para acondicionar a droga;
:: produtos de uso veterinário;
:: diversas seringas e agulhas, entre outros objetos.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais