Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Liderança e entidades lamentam a morte do empresário Frank Zietolie

por Denise Furlanetto

Uma de suas empresas é a Telasul de Garibaldi

Foto: Divulgação

A morte do bento-gonçalvense Frank Zietolie, ocorrida neste sábado (23) após acidente aéreo, foi lamentada por diversas lideranças e entidades representativas do setor moveleiro, do qual o empresário fazia parte.

Desde 2006,  Zietolie presidia a Unicasa, empresa de Bento Gonçalves que abrange as marcas Dell Anno, Telasul (em Garibaldi), Favorita, New e Casa Brasileira, empregando atualmente mais de 500 trabalhadores.

A trajetória do empresário ficou marcada, sobretudo, por tornar a Unicasa a única empresa do segmento com capital aberto na Bolsa de Valores, em 2012. O diretor de Marketing da Unicasa, Edson Busin, disse que ele foi um homem à frente de seu tempo, reinventou a empresa, investindo em pessoas, tecnologias e design.

O Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves também se manifestou a respeito da morte do empresário, por meio de nota assinada pelo presidente da entidade, Elton Paulo Gialdi. Gialdi afirmou que Frank foi um dos principais nomes empresariais do setor moveleiro de Bento Gonçalves, contribuindo para o desenvolvimento do setor por meio de novas tecnologias.

Para o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, a morte de Zietolie representa uma perda e motivo de tristeza para a cidade. Um jovem empresário que inspirou uma geração de novos empreendedores de sucesso. Em sua trajetória se tornou um dos grandes expoentes do setor moveleiro e em muito contribuiu para o desenvolvimento de Bento, falou Pasin.

Por meio da nota, publicada no site da Movergs, o presidente interino, Rogério Francio, afirmou que Zietolie vivia intensamente, era uma pessoa de boas amizades, um excelente pai de família e um empresário exemplar. Sem dúvida, fará falta. O setor moveleiro, a cidade de Bento Gonçalves e empresários perderam um valioso empreendedor. A declaração encerrou com pesares à esposa Renata, às três filhas,  à família Juvenil Zietolie, e aos colaboradores do Grupo Unicasa em nome de todo o setor moveleiro do Rio Grande do Sul.

O Sindicato das Indústrias do Mobiliário (Sindmóveis) também lamentou o acidente aéreo. Para o presidente Vinicius Benini, trata-se de uma perda inestimável ao setor moveleiro nacional. O corpo foi cremado na tarde de ontem.

Do acidente - O empresário Frank Zietolie, 48 anos, não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo na tarde deste sábado, no Hospital Tacchini, em Bento Gonçalves. Ele pilotava uma aeronave quando perdeu altitude e bateu contra um condomínio em construção na Rua Alvi Azul, no bairro São João. Conforme o diretor técnico do Aeroclube de Bento Gonçalves, Luciano Gasperin, a aeronave era de propriedade de Zietolie. A queda aconteceu menos de cinco minutos após decolagem. — Era voo de treinamento normal. Decolou normalmente do aeroclube. Era uma aeronave particular. Segundo relatos do local, a aeronave foi vista tentando desviar de outros prédios antes de colidir na construção. Ele era formado em acrobacia, treinava seguidamente. A aeronave era um monomotor do modelo CAP 10, próprio para acrobacias. Os destroços caíram no pátio.


 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais