Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Morte de Paula Portes teria sido por asfixia e cometida pelos integrantes de facção criminosa

por Nayam Franco

Delegada Fabiane Bittencourt disse que trabalha com a possibilidade de outros envolvidos no crime

Foto: Foto: Nayam Franco/Tua Rádio Cristal.

Após encontrar o corpo da jovem de 18 anos que estava desaparecida, há mais de dois meses em Soledade, Paula Perin Portes, a Polícia Civil continua as investigações e a fim de concluir o inquérito do crime de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, que no momento possui quatro indiciados.

Em entrevista coletiva concedida no final da manhã desta segunda-feira, 17/08, a Delegada  Regional e responsável pelas investigações, Fabiane Bittencourt, declarou que a Polícia chegou até o presente momento em uma segunda fase das investigações, ou seja , do encontro do corpo de Paula e da busca pela localização do foragido, um dos principais envolvidos no fato.

"Logo que chegamos no local em que estava o corpo, na noite deste domingo, 16/08, acionamos a perícia para que fosse comprovado que que seria da Paula, e que realmente aconteceu. Comprovamos a morte da jovem e o encontro dela nos faz esclarecer determinados pontos da investigação que ainda não estavam claros, além de oferecer a família da vitima e à comunidade uma resposta e de certa forma um pouco de conforto", referiu a delegada.

A Delegada afirmou na ocasião, que desde que a força tarefa foi montada, estavam no caminho certo quanto a localização do corpo e enfatizou que ele teria sido movimentado de lugar. "Durante as buscas na semana anterior estávamos próximos a chegar no corpo e na investigação está comprovado que ele foi levado de um lugar para outro. 

Questionada sobre a possibilidade de que Paula pudesse ter sido mantida em cativeiro, a Delegada foi enfática em descartar esta situação, e sim que a jovem teria sido morta na noite do desaparecimento por asfixia, com golpes denominados pela polícia como "mata leão", que teriam sido aplicados pelo foragido e por outro que encontra-se preso. 

Segundo a Polícia a morte da jovem tem relação com algum ato ílicito que ela sabia dos envolvidos que fazem parte da facção criminosa no município denominada como "Os Manos"  que planejaram o crime. Bittencourt acredita que isto esteja ligado ao tráfico de drogas e comercialização de cigarros e não descarta o envolvimento de outros elementos na morte da jovem. 

Na oportunidade, Fabiane confirmou que as diligências da força tarefa continuam, já que segundo agora o foco é encontrar investigado que tem prisão preventiva decretada pela Justiça e que encontra-se foragido.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais