Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

Caso Zinho: Polícia Civil prende mulher envolvida no linchamento e homicídio de Arlindo Pagnocelli, em Nova Prata

por Marco Aurélio Santana

Até o momento, quatro dos cinco mandados de prisão foram cumpridos

Foto: Polícia Civil de Nova Prata

Nesta quinta-feira (3), mais uma acusada pela morte de Arlindo Elias Pagnocelli, conhecido por Zinho, foi presa em Caxias do Sul. A Polícia Civil, através da DRACO/Caxias do Sul (Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas), cumpriu o mandado de prisão preventiva no Bairro Cinquentenário, solicitada pela Delegacia de Polícia de Nova Prata. Os outros três envolvidos que tiveram prisão preventiva decretada na data de 27/11/2020, encontram-se recolhidos no Presídio Estadual de Nova Prata.

Até o momento, conforme a Delegada de Nova Prata, Liliane Pasternak Kramm, quatro dos cinco acusados pelo homicídio estão presos. Um dos participantes que teve a prisão decretada e não foi encontrado até o momento e segue sendo procurado.

Relembre o caso: Arlindo Elias Pagnoncelli, o Zinho, como era conhecido, faleceu no dia 17 de novembro, vítima das lesões por linchamento no centro da cidade de Nova Prata, no dia 08 de novembro deste ano. Cerca de 16 pessoas estão sendo responsabilizadas pelo caso, sendo nove adultos e sete menores de idade.

Os acusados serão indiciados por diferentes crimes, dentre eles, homicídio qualificado, lesão corporal seguida de morte, lesão corporal, condutas omissivas e outros, cada qual, sendo julgado pela conduta no momento do linchamento. 

O inquérito policial foi entregue na quarta-feira (2), ao Poder Judiciário. 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais