Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Bento Gonçalves: Justiça determina cassação do prefeito eleito Diogo Siqueira

por Ana Júlia Griguol
Foto: Divulgação

Na noite de quarta-feira (25), a juíza eleitoral de Bento Gonçalves, Romani Terezinha Bortolas Dalcin, determinou a cassação da candidatura de Diogo Segabinazzi (PSDB) e Amarildo Lucatelli (PP), pela Coligação "Gente que faz Bento", vencedora nas Eleições Municipais 2020, com 30,54% dos votos válidos. 

A chapa é representante da atual administração de Bento Gonçalves, sendo considerada situação. A sentença demonstra irregularidades na divulgação de obras da prefeitura durante o período eleitoral, o que pode caracterizar o uso da maquina pública para promoção e influenciar na isonomia das eleições.

Conforme a juíza, a publicação no site oficial do Município de Bento Gonçalves de atos e condutas vedadas no período que antecede o pleito, determina a cassação do registro e diploma dos eleitos. Ainda, a juíza também determinou que o atual prefeito, Guilherme Pasin, deve ser investigado por improbidade administrativa. 

A ação foi encaminhada pela coligação "Bento Unida e Forte", composta pelos candidatos Alcindo Gabrielli (MDB) e Evandro Speranza (PL), os quais ficaram na terceira colocação na disputa do pleito. 

O Presidente da Câmara de Vereadores deverá assumir o Executivo Municipal caso não haja uma decisão judicial até o dia 31 de dezembro deste ano. Nos próximos dias, os representantes de Diogo e Amarildo poderão recorrer a decisão judicial, encaminhando recursos ao TRE - Tribunal Regional Eleitoral. 

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Veranense

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais