Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Caso Magnabosco: Município vê que novo adiamento é chance de ganhar voto dos ministros

Baixar Áudio por Rodrigo Fischer

Julgamento foi adiado, nesta quarta-feira (11/09), pelo ministro relator Benedito Gonçalves

Foto: Prefeitura de Caxias do Sul/Divulgação

Pela quinta vez o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) adiou a votação do Caso Magnabosco, em Brasília. O processo era para ser discutido nesta quarta-feira (11/09), mas o ministro relator, Benedito Gonçalves, proferiu a decisão sem esclarecer os motivos para a nova suspensão. Até o momento, o julgamento não possui data para entrar em pauta. A expectativa é que possa ser novamente avaliado no dia 26 de setembro deste ano.

Esse adiamento é visto de maneira positiva pela Prefeitura de Caxias do Sul, pois é uma chance dos ministros estudarem melhor o caso, verem o impacto para a cidade e, quem sabe, mudarem a decisão contra o Executivo. A afirmação é da procuradora-geral do Município, Cássia Kuhn. (Ouça o áudio na notícia).

O caso é decisivo para a Prefeitura, uma vez que pode acarretar no pagamento de aproximadamente R$ 820 milhões à família Magnabosco pela ocupação do terreno que foi cedido para a construção da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Atualmente, o local abriga o bairro Primeiro de Maio.  Conforme Cássia, a decisão contra o Executivo geraria um caos financeiro para a cidade. (Ouça o áudio na notícia).

A procuradora ainda aborda que as sucessivas transferências de data do julgamento são formas de evidenciar o resultado obtido pelo órgão com o trabalho de defesa em favor do Município. (Ouça o áudio na notícia).

Para acompanhar a sessão no STJ desta quarta-feira (11/09), estavam presentes o prefeito Daniel Guerra, o secretário do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego (Sdete), Emílio Andrezza, e o procurador do Município, Rafael Hansel. A família Magnabosco ganha o caso por dois votos a zero.

(Ouça a notícia abaixo do título da matéria).

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais