Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Aeroporto de Vila Oliva: reunião entre comitiva caxiense e governo do Estado deve definir quem vai arcar com a desapropriação da área

Baixar Áudio por Isadora Helena Martins

O encontro entre o prefeito Flávio Cassina e o governador Eduardo Leite ocorre nesta quinta-feira (23), em Porto Alegre

Foto: Arquivo / SEPLAN

Uma comitiva de Caxias do Sul irá para Porto Alegre nesta quinta-feira (23) para uma reunião com o governador do Estado, Eduardo Leite. O grupo é composto pelo prefeito Flávio Cassina (PTB), pelo vice-prefeito, Elói Frizzo (PSB), pelo presidente do Legislativo, Ricardo Daneluz (PDT) e também por Ruben Bisi, representando a Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul e o Mobi Caxias.

Segundo o prefeito Flávio Cassina, em entrevista na Tua Rádio São Francisco, na manhã desta quarta-feira (22), o próprio governador se mostrou interessado em participar do projeto: “O governador se mostrou interessado em entrar nesse processo, mas sem atropelar, ele quer começar com Caxias, estabelecer os próximos passos. Então, vamos ouvi-lo, se ele se dispõe a abraçar a parte da desapropriação, então esse empréstimo de R$ 30 milhões aprovado pela Câmara será utilizado para a infraestrutura”.

Já o integrante da CIC e do Mobi Caxias, Ruben Bisi reiterou que o principal motivo da reunião com o chefe do Executivo estadual é o Aeroporto Regional da Serra Gaúcha, que será construído em Vila Oliva. “Como é um aeroporto regional, também temos que ver as questões de infraestrutura, o que o governador poderá nos ajudar, sabendo que é uma responsabilidade do município levara a água, as estradas e etc. Mas, também atende a Região das Hortênsias, Canela e Gramado, então vamos pedir para o governador ser um articulador para que todas essas prefeituras que vão ser afetadas possam se integrar no movimento”.   

O Diretor de Infraestrutura do Mobi Caxias também salienta que um dos principais objetivos é agilizar o processo burocrático para poder abrir a licitação para o projeto do aeroporto: “Como teve a troca de prefeitos, estamos em uma corrida contra o tempo pra fazer toda a documentação no prazo legal de seis meses antes das eleições. Então, vamos perguntar para o governador o que pode nos ajudar na questão de licenciamento ambiental e outros processos”.

A verba para a construção do aeroporto já está garantida, pois, em dezembro do ano passado foi assinado um termo de compromisso entre a Secretaria Nacional de Aviação Civil e a prefeitura, que prevê o repasse do governo federal de R$ 200 milhões para a realização da obra. Mas, antes, é preciso definir quem vai arcar com os custos da desapropriação das 11 áreas que precisam ser indenizadas em um valor estimado de R$ 30 milhões.

Ouça a entrevista completa no link acima da foto.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais