Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Festas clandestinas seguem como principal problema no combate à covid-19

por Clayton Camargo

Fiscalização flagrou encontros em áreas urbana e no interior, no fim de semana

Foto: Prefeitura de Caxias do Sul/Divulgação

Assim como ocorreu, sistematicamente, nos últimos fins de semana, também neste, a fiscalização da Prefeitura de Caxias do Sul atendeu várias denúncias da população e colocou fim a festas clandestinas em realização em residências, chácaras e estabelecimentos comerciais. Entre a noite de sábado e madrugada de domingo houve a dispersão de quatro reuniões.

A de maior presença de jovens foi flagrada na Avenida Rio Branco, em Ana Rech. As demais foram registradas na RSC-453, em Vila Seca; na RS-230, em Ana Rech; e em uma residência, em Fazenda Souza, com a dispersão de festa familiar. Foram aplicados autos de infração por consumo de bebida alcoólica e aglomeração. Também foram registradas várias denúncias falsas, que resultaram em deslocamentos desnecessários das equipes.

Dentre outras ações, iniciadas ainda na sexta à noite, foi aplicado auto de infração a bar, no Bairro Charqueadas, o qual funcionava após o horário estabelecido. Uma lancheria foi autuada por atendimento presencial e outra empresa por ministrar curso, causando aglomeração de pessoas. Ainda houve autuações de três pessoas pelo não uso de máscara e 19 por ingestão de bebida alcoólica em locais públicos. Também foi feita dispersão de menores que se aglomeravam na pista de skate daPraça das Castanheiras.

A Fiscalização de Trânsito, entre sexta e domingo, realizou operações nas ruas Conselheiro Dantas (Sagrada Família), Cristiano Ramos de Oliveira (Rosário), Arthur José Magnus (São Vitor Cohab), Arno Wili Laybaer (Charqueadas) e Avenida Rio Branco (Ana Rech). Foram abordados 16 veículos, com aplicação de 17 autuações. Os fiscais flagraram um condutor não habilitado e recolheram três documentos para vistoria (CRLV) e mais cinco habilitações. Nas 16 abordagens, foram identificados seis condutores dirigindo sob influência de álcool, representando 41,5% do total, e um se recusou a fazer o teste do etilômetro. Não houve prisão em flagrante, pois nenhum condutor apresentou índice superior a 0,33 mg de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões.

O secretário do Urbanismo, João Uez, destacou que a maioria dos bares, após a forte fiscalização das semanas passadas, está funcionando de acordo com o decreto. Define, como grande desafio, no momento, a contenção de aglomerações em casas particulares e nos loteamentos, onde grupos se reúnem para consumir bebida alcoólica e escutar música. “É importante salientar a essas pessoas que a pandemia não acabou. As filas por leito de cuidados intensivos continuam. Precisamos conter o ímpeto de fazer festas agora para salvarmos vidas", reafirmou. As operações tiveram a participação de fiscais das secretarias do Urbanismo, Saúde e Meio Ambiente, Fiscalização de Trânsito, Guarda Municipal, Brigada Militar e Polícia Civil.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais