Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

“Temem pela vida”, relata presidente do Sindimoto-RS sobre falta de segurança para entregadores em meio à Covid-19

Baixar Áudio por Rodrigo Fischer

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o presidente da entidade, Valter Ferreira, detalhou a situação da categoria no estado. Clique no link e confira a entrevista completa

Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) impacta em diversos serviços espalhados pelo mundo. No Brasil, há trabalhadores que continuam atuando sem a garantia de uma proteção necessária contra a doença. Os caminhoneiros são um exemplo disso. Outra categoria são as dos entregadores de comida por aplicativo. Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o presidente do Sindicato dos Motociclistas Profissionais do Rio Grande do Sul (Sindimoto-RS), Valter Ferreira, forneceu um panorama da profissão em meio à Covid-19

“Os governantes pediram para que a população ficasse em casa e se organizasse para pedir tudo por delivery, assim foi feito. Houve um acréscimo de solicitações de tele-entrega em farmácias e na alimentação. Os mesmos governantes, que nunca enxergaram nossa categoria, não se preocuparam em nos fornecer os itens de segurança, como álcool em gel, luvas e máscaras.”, relata.

Ele coloca que o problema não deixou que a categoria desistisse de atuar. Mesmo assim a nossa categoria não se esquivou dessa responsabilidade. Nós, do Sindimoto-RS, procuramos os governos estadual e federal e todos os setores envolvidos para resolver esse impasse [de obter os equipamentos de segurança], infelizmente, não logramos êxito.”, explica.

Ferreira conta quais são os relatos dos motoristas atuantes no estado.

“Eles temem pela vida, como qualquer outro cidadão comum, temem pela sua família. Todos têm filhos, esposas. A maioria dos motociclistas é jovem de 30 e 35 anos, os cinquentenários [com 50 anos] estão em casa, até por fazer parte do grupo de risco. Dentre estes, temos muitos com sérios problemas de saúde, complicações respiratórios, cardiopatia e diabetes. Eles estão em casa, o mais jovens estão nas ruas. Mesmo assim, os jovens não estão imunes.”

CLIQUE AQUI e confira a entrevista completa concedida ao repórter Rodrigo Fischer.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio São Francisco

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais