Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

“Meu veículo foi descaracterizado e era utilizado para o sustento da minha família” diz taxista que teve o carro levado por quadrilha em Porto Alegre e localizado em Garibaldi

Baixar Áudio por Denise Furlanetto
Foto: Divulgação

Uma ação da Brigada Militar e Polícia Rodoviária Federal tirou de circulação uma quadrilha que vinha agindo em Porto Alegre em assaltos a taxistas. A prisão ocorreu por volta de 12h30 desta segunda-feira, dia 6.07, no posto de combustível às margens da BR 470, em Garibaldi. Foram presos, três homens e uma mulher. Um deles era morador de Garibaldi.

De acordo com a vítima, no último sábado, 4.07, ele foi chamado para fazer uma corrida do bairro Azenha até a rodoviária de Porto Alegre. Durante o trajeto, o passageiro anunciou o assalto, apontando uma arma contra o taxista. Ele foi obrigado a dirigir até Sapucaia do Sul, onde foi deixado às margens da rodovia. Como o veículo tinha aplicativo de rastreamento, até que os indivíduos não haviam desligado o mesmo, o sistema conseguiu identificar o seu deslocamento que mostrou em direção a Serra.

A vítima diz que entrou em contato com os meios de comunicação da região e polícia que começou a monitorar o deslocamento desse Voyage que foi descaracterizado da identificação de táxi. A vítima diz que o carro tinha poucos quilômetros rodados e ele não havia feito ainda seguro. Agradece a polícia pela localização de seu carro utilizado para o trabalho e sustento da família, num momento difícil da pandemia. (acompanhe a entrevista em ouça a notícia)

A quadrilha, com esse veículo, realizou um assalto a uma fruteira em Santo Antônio de Castro, na Rota do Sol, e também fugiu sem pagar após realizar abastecimento em outro posto de combustíveis de Garibaldi. Ainda esse veículo teve passagem por Coronel Pilar, no domingo ao meio-dia, conforme circuito de câmeras do município. Os presos foram apresentados à delegacia de polícia de Garibaldi, sendo reconhecidos pelas vítimas como autores das ocorrências, inclusive pelo taxista. Um dos presos usava tornozeleira eletrônica, e responde na justiça por vários outros crimes como roubo, furto, ameaça, tráfico de drogas e receptação. Da quadrilha, dois dos homens são de Salvador do Sul e um de Fontoura Xavier, com idades entre 20 e 25 anos. A mulher é de Cunha Porã/SC, com 32 anos. Um dos criminosos residia em Garibaldi.


 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Garibaldi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais