Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Duplo homicídio é registrado pela Polícia Civil em Bom Jesus

por Neto Ferreira

Homem matou os pais porque não recebeu dinheiro para comprar drogas

Foto: Divulgação

No final da tarde desta sexta-feira, 14/06, policiais foram comunicados por familiares que um casal que trabalhava como caseiros de uma fazenda na localidade de Mandaçaia estavam mortos.

O automóvel das vítimas não estava na garagem, sugerindo um latrocínio. Porém no exato momento em que os policiais chegaram, também chegou o filho do casal, com o veículo do pai.

No local foram encontrados o homem atingido por golpes de faca e a mãe degolada e com um tiro na testa, ambos no quarto do casal.

Diante das contradições do filho do casal, ele acabou admitindo e confessando o crime. Afirmou que estava fissurado para usar drogas, sendo que o pai não lhe deu dinheiro nem objetos para trocar, logo após houve uma discussão, ele esperou os pais dormirem e matou os dois.

Segundo informou aos policiais, estava retornando à casa para pegar mais algum pertence para trocar por drogas.

O crime aconteceu na terca-feira, mas dentro da dinâmica ocorrida, foi feita a autuação em flagrante por duplo homicídio qualificado (motivo torpe e sem oportunizar qualquer chance de defesa às vitimas), e imediatamente houve a prisão preventiva.

As vítimas foram identificadas como Gomercindo Rodrigues da Silva Filho de 61 anos e Maria do Carmo Fonseca da Silva de 57 anos.

Ainda nesta sexta-feira, 14/06, ocorreu a perícia pelo IGP (Instituto Geral de Perícias). Os corpos foram necropsiados no DML em Vacaria. O filho foi encaminhado ao Presídio Estadual de Vacaria, onde fica à disposição do Poder Judiciário.

Participaram da ação policiais civis de Bom Jesus e Vacaria e também policiais militares de Bom Jesus.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Fátima

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais