Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Vereadores debatem atendimento e dificuldades da Defesa Civil e Secretaria de Assistência Social em Soledade

por Leticia Nunes

Iniciativa foi proposta pelo vereador do PSDB, Edson Ivo Stecker

Reunião ocorreu na sala de comissões, da Câmara de Vereadores.
Foto: Letícia Nunes/Tua Rádio Cristal.

A fim de melhor explorar e ter respostas a questionamentos quanto ao trabalho efetuado pela Defesa Civil e Secretaria de Assistência Social, no município de Soledade, é que o vereador do PSDB, Edson Ivo Stecker, propôs através de requerimento, que foi aprovado, uma reunião que contou com a presença também de outros seus colegas.

Durante a reunião, foram expostas algumas situações. Inicialmente, a Secretária de Assistência Social, Jane Maria Ottoni, expôs sobre as últimas intempéries climáticas que acometeram a população soledadense. Segundo a Secretária, foram gastos, com os 3 temporais do mês de outubro, mais de R$ 70 mil pela Administração Municipal, isso no sentido da aquisição de materiais, como telhas e demais, a fim e atender os cidadãos atingidos.

“Recebemos um gentil convite do vereador Edson Ivo Stecker, para que através desta reunião pudéssemos ter um bate papo sobre o nosso trabalho, em especial, sobre a ação da Administração Municipal, quanto aos três últimos temporais, ocorrido no mês de outubro e que infelizmente causou prejuízos tanto na cidade, como no interior de Soledade”, destacou Jane.

O vereador Edson Ivo Stecker, do PSDB, após ouvir e ter obtido os esclarecimentos necessários quanto a estes atendimentos se colocou à disposição para auxiliar nestas demandas, assim como passou algumas orientações.

“Tomara que nunca mais aconteça um vendaval destes, mas é difícil que isso não aconteça, por isso temos que nos planejar e nos colocar ao lado tanto da Defesa Civil, como da Assistência Social, na criação de projetos. Foi o que cobramos, para que se utilize mais dos recursos do fundo municipal do Meio Ambiente, aos quais o Judiciário e a Promotoria Pública destinam através de ações”, enfatizou Stecker.

Aline Moraes Maciel, coordenadora da Defesa Civil em Soledade, presente na oportunidade, fez questão de salientar as dificuldades encontradas, em relação a vinda de recursos estaduais e federais, quando dos decretos de situação de emergência do município. “Em outubro de 2017, tivemos o temporal que mais prejudicou o município, nos últimos anos, foram 400 casas danificadas, assim como a Escola Valdemar Rocha, totalmente destelhada, com isso decretamos situação de emergência, só que os recursos, no valor de R$ 75 mil foram disponibilizados somente agora, em 2019, dois anos depois do ocorrido”.

Nos próximos dias, Soledade novamente deverá decretar situação de emergência, nas duas esferas, já que os prejuízos com os temporais deste ano, são extremamente significativos, tanto em relação a danos em residências, quanto a plantações e estradas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cristal

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais