Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Mulher descobre que falava com presidiário após agentes aparecerem em vídeo chamada

por Rudimar Galvan
Material apreendido no alojamento do presídio de Lagoa Vermelha.
Foto: Divulgação

A Brigada Militar de Lagoa Vermelha foi informada por uma mulher moradora de São Leopoldo, que conversava com um homem por chamada de vídeo, quando alguém chegou no local, onde ele estava, gritando “deita, deita ... mãos da cabeça”. Pensando em ser um assalto, ela ligou para a polícia de Lagoa Vermelha.

Segundo ela, há um tempo falava com esse homem, que dizia ser morador de uma propriedade rural na região de Lagoa Vermelha e Capão Bonito do sul.

Diante às circunstâncias e relatos, pensando ser um roubo à propriedade rural, mobilizou-se policiais militares de Lagoa, Barracão, Capão Bonito do Sul e região, e diante as informações e o nome do homem informado pela mulher, iniciaram as buscas.

Sem nada constatar, a BM solicitou à mulher mais informações sobre o fato. A mesma enviou imagens do homem com quem matinha as conversas e os policiais identificaram se tratar de um apenado do regime semiaberto do presídio de Lagoa Vermelha.

Ao aprofundar o caso, para surpresa de todos, foi constatado se tratar do referido apenado, que mantinha contato com a mulher de dentro do alojamento do regime semiaberto do presídio local.

Quanto à suspeita de assalto, foi o momento em que agentes penitenciários ingressaram no alojamento para fazer uma revista e flagraram o apenado no celular. As vozes ouvidas pela mulher, eram dos agentes da SUSEPE.

Durante a ação, foram apreendidos dois aparelhos de telefone celular e uma faca. O caso será apurado através de inquérito.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Cacique

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais