Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

BM de Marau revela preocupação com o índice de ocorrências envolvendo som excessivo

por Ana Lúcia Jacomini

Em nota, Brigada Militar alerta para as sanções e penalidades envolvendo este tipo de ocorrência

A Brigada Militar de Marau confirmou uma série de apreensões de equipamentos de som, realizadas em diversos pontos da cidade e até mesmo no meio rural. Todas envolvem ocorrência de perturbação do sossego, sendo seis delas registradas no último final de semana. Em nota, a corporação explica que “quem acompanha a rotina de nossas atividades, pelos releases repassados a imprensa todas as manhãs, sabe que poucos são os finais de semana em que não há apreensão de sons, em sua grande maioria acoplados a veículos, onde os policiais militares foram ao local solicitados por cidadãos que em seus horários de lazer junto às famílias, têm em seu prejuízo a perturbação pelo som alto, na maioria das vezes por jovens agrupados nos mais diversos lugares e quase sempre consumindo bebidas de teor alcóolico”. 

Ainda de acordo com a BM, recolhimentos acontecem quando as situações são flagradas pelos policiais de serviço, que vão até o local acionados via 190 ou estando em patrulhamento pelos locais costumeiros de onde ocorrem as aglomerações. “Marau por ser uma cidade de médio porte, tendo muitos lugares públicos de lazer e outros tantos loteamentos novos, em fase de urbanização, locais que tem atraído muitos jovens de municípios vizinhos que vem para a diversão. É onde mais ocorrem as perturbações por som muito alto, denunciadas ou flagradas.”

A grande quantidade de som apreendidos, entre baterias, caixas de som, cornetas, módulos, baterias, alto falantes e outros, quase todos de grande potência, tem sido uma preocupação do comando do 3º Esquadrão. O Capitão Sérgio Nogueira Pagliarini e  o Tenente Osmar André Teixeira, seguem orientando seus policiais para um constante patrulhamento e atenção às denúncias de perturbação e por consequência os flagrantes e as apreensões. Ainda, como orientação, quando há esse tipo de ocorrência, o responsável sofre as sanções do Artigo 42 da Lei das Contravenções Penais. 

Já o veículo é recolhido, com o som, até o próximo dia útil, quando o proprietário, solicitará uma autorização, em horário de expediente, na Brigada Militar e no pátio do DETRAN, para retirar o som e o veículo, tendo ainda o pagamento do guincho e a audiência no fórum local. Conforme informações da polícia, após a audiência muitos tem a dificuldade de comprovar a propriedade do som, seguindo então para a destruição ou em alguns casos para a doação. A BM também lembra que veículos em circulação com o som audível do lado de fora, também estão passíveis de multa e pontos na carteira de habilitação, mesmo diante da impossibilidade de serem abordados pelo policial que flagrou a infração.

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais