Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
08:00:00
Missa Dominical
08:50:00
 
 

Um dos assaltantes de banco mais procurado do Brasil é preso em Lagoa Vermelha durante Operação da Polícia Civil

por Rudimar Galvan

Foi na quarta, 09/09

Foto: Divulgação

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul, por intermédio do Gabinete de Inteligência e Assuntos Estratégicos da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos/DEIC e da DP de Lagoa Vermelha, face a investigações criminais desenvolvidas pela Polícia Civil do estado do Pará, em ação conjunta entre o NAI Marabá, a Superintendência Regional do Sudeste Paraense, a Delegacia de Homicídios de Marabá e a Delegacia de Polícia Civil de Eldorado dos Carajás, deu cumprimento, na data desta quarta-feira (09), à mandados de prisão preventiva, em desfavor de Antônio José da Silva, popularmente conhecido como "PAULO CICATRIZ", por crimes contra instituições financeiras cometidos nos estados de Goiás (2016) e Tocantins (2019).

Após tomar conhecimento de um alerta vermelho contra instituições financeiras no Rio Grande do Sul, aliado ao fato de que "PAULO CICATRIZ" estaria há poucos dias neste estado, a Polícia Civil do Pará fez contato com a Polícia Civil do Rio Grande do Sul e, mediante troca de informações, "PAULO CICATRIZ" foi encontrado na cidade de Lagoa Vermelha, após incessantes diligências por parte da PCRS, que o localizou juntamente com outros indivíduos, oriundos do Maranhão, possuidores de histórico criminal.

"PAULO CICATRIZ" é detentor de inúmeras identidades falsas, entre as quais Paulo Henrique da Silva Junior, em cujo nome foram expedidos os mandados segregatórios cumprido nesta ocasião.

O preso em Lagoa Vermelha já teve participação comprovada em homicídios, latrocínios e roubos a instituições financeiras, pelo menos, nos estados do Pará, Bahia, Goiás, Tocantins, Maranhão e Mato Grosso, sendo, por isso, considerado um dos maiores criminosos em atividade, nas regiões Norte e Nordeste do país, nas modalidades de roubo do tipo "vapor", em que pequenas cidades são sitiadas pelos malfeitores, que, com armamento de grosso calibre, fazem moradores locais de reféns e explodem agências bancárias a fim de subtrair vultuosas quantias de dinheiro em espécie.

As investigações necessárias a fim de dar conta dos motivos pelos quais o foragido se fazia presente no Rio Grande do Sul, bem como sua vinculação (ou não) a potenciais ações criminosas, prosseguem.

A autoridade policial titular da 1ª DR/DEIC destaca a importância da integração entre as Policias Civis do Brasil, a qual levou a prisão de um indivíduo extremamente perigoso, que agora voltará ao sistema prisional para cumprir as penas impostas. Ainda, destaca a celeridade com que outras medidas cautelares, representadas ao Poder Judiciário de Lagoa Vermelha, foram analisadas e deferidas, sinalizando de forma concreta a efetiva preocupação dos Poderes envolvidos (Judiciário e Ministério Público), na prevenção e repressão às ações criminosas em solo gaúcho. 

Toda e qualquer informação sobre envolvidas em delitos contra instituições bancárias, roubos a carro-forte, joalherias e extorsão mediante sequestro poderá ser prestada pelos canais abaixo, de forma anônima:

Disque-denúncia: 0800-510 2828

WhatsApp e Telegram: (51) 984440606

www.pc.rs.gov.br

http://deic.pc.rs.gov.br/inicial

Central de Conteúdo Unidade Tua Rádio Alvorada

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais