Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Brigada Militar de Serafina Corrêa prende estuprador

por Eduardo Cover Godinho

João Antonio dos Santos, 27 anos, esfaqueou homem e raptou sua esposa. Na sequência cometeu abuso sexual em um matagal.

Autor dos crimes foi localizado em um quarto de hotel no município.
Foto: Brigada Militar

A Brigada Militar de Serafina Corrêa, prendeu na manhã do domingo, dia 12, por volta das 6 horas, João Antonio dos Santos, 27 anos, que esfaqueou um morador do Bairro Santin e estuprou sua esposa em um matagal nas proximidades da residência das vítimas. O único policial de serviço recebeu a informação que um homem estaria esfaqueado na Via Siena e ao chegar ao local encontrou o rapaz de iniciais J.B.L, 35 anos, com um corte causado por uma arma branca. A perfuração era na altura do pescoço e havia um enorme sangramento.

Mesmo ferido a vítima deu características do homem e informou que sua esposa, de iniciais L.L.B, 35 anos, havia sido raptada, sendo levada para um matagal nas proximidades da residência. O policial de serviço, mesmo sozinho, imediatamente solicitou o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) para socorrer a vítima esfaqueada e iniciou as buscas para tentar localizar o autor e a mulher.

As buscas foram dificultadas por estar escuro e a mata ser fechada. Mais tarde o policial localizou a mulher em pânico, estuprada e perdendo bastante sangue. O socorro médico foi solicitado. O brigadiano persistiu nas buscas, localizando então Santos, natural de Cruz Alta, dentro do quarto locado de um hotel de Serafina Corrêa, ainda com sangue nas vestes. Ele foi preso em flagrante pelo crime de tentativa de homicídio e estupro. O policial militar apresentou-o na Delegacia de Polícia onde foi lavrado o flagrante e posteriomente o rapaz foi encaminhado para o Presídio Estadual de Guaporé. 

Meses atrás havia acontecido no município, com cerca de 15 mil habitantes, outros casos de estupro. Em um deles a vítima morreu devido a gravidade dos ferimentos, pois o autor utilizou pedaços de madeira para realizar o crime, mesmo modo utilizado neste último. O autor João Antônio dos Santos é um dos principais suspeitos do caso, com mídia nacional. As vítimas permanecem em estado grave no Hospital de Passo Fundo.

Central de Conteúdo Unidade Rede Scalabriniana

Enviar Correção

Comentários