Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Liturgia para o terceiro Domingo do Advento

por João Carlos Romanini

FEsta da Imaculada Conceição

Terceiro Domingo do Advento, é acesa a terceira vela da coroa.
Foto: Divulgação

IMACULADA CONCEIÇÃO DE NOSSA SENHORA

08 de dezembro de 2019

ACOLHIDA

Animador: Queridos irmãos e irmãs, sejam bem-vindos a esta solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora. Rejubilamo-nos no Senhor com Maria, a cheia de graça, bem-aventurada e feliz, escolhida entre todas as mulheres para gerar em seu ventre sagrado o Salvador do mundo. Como ela, abramos nosso coração, dando nosso “sim”, acolhendo Jesus em nosso coração, fazendo-nos também servidores do Senhor. Acompanhemos a procissão de entrada, cantando.

ATO PENITENCIAL

Animador: Por Adão e Eva, o pecado entrou no mundo. Pelo “sim” de Maria, e pela misericórdia sem limites de Deus expressado pelo amor incondicional de Jesus, veio a nós a redenção. Agradecidos e confiantes, supliquemos o perdão de Deus, cantando.

GLÓRIA

Animador: Com Maria exultemos de alegria, e glorifiquemos a Trindade Santa, cantando.

LITURGIA DA PALAVRA

Animador: “Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra!” Sentados, ouçamos com muita atenção as leituras.

Primeira Leitura: Gn 3,9-15.20

Salmo Responsorial: Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios!

Segunda Leitura: Ef 1,3-6.11-12

Evangelho: Lc 1,26-38

REFLEXÃO

- Irmãos e irmãs, hoje cantamos como Maria, a visita do Senhor ao seu povo, e como Maria, colocamo-nos à serviço da causa da libertação do povo. Com a presença de Maria libertadora e medianeira de todas as graças, caminhamos na certeza de que vai raiar o dia em que o povo dançará de alegria sobre os escombros da tirania e da opressão que impera em nosso país e pelo mundo afora.

- Enquanto grandes e fariseus se perturbam e tramam o mal contra os justos, nós com Maria, vamos, em esperança, com os pobres desta terra perseguindo o sonho de um outro mundo possível. Na fé e no testemunho e no serviço de Maria, encontramos alento e alimento para servir com alegria e fidelidade à causa do Reino e à caminhada do Povo do Evangelho.

- Simples e pobre, Maria encantou os olhos de Deus. Cheia de graça e de beleza, despida de presunção e de cobiça, canta as maravilhas da presença de Deus na história: O Senhor faz em mim maravilhas! Santo é seu nome! Maria contempla o mistério da vida com os olhos aguçados das pessoas comprometidas com a verdade, a justiça e a solidariedade. A sua consciência e seu compromisso se manifestam em palavras e se traduzem em gestos singelos e discretos de fraternidade. Acolhe o dom da vida em seu seio de mulher. A vida brota e vinga no mundo quando há acolhimento e fidelidade.

- “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim, segundo a tua palavra”. Eis aqui uma servidora. Dizendo sim à vida, Maria conheceu a humilhação, a perseguição e o exílio. Porém com o sim de Maria, a força de Deus penetra no mundo para que haja vida na terra. A Palavra acolhida no coração e no seio de Maria despertou nela a energia transformadora do mundo. Levantou-se e foi às pressas às montanhas para colocar-se a serviço de Izabel. Assim ela está sempre a serviço do povo pobre e sofrido de todos os tempos, em todas as partes do mundo.

- Bendita és tu entre as mulheres. Bendito é o fruto do teu ventre. Maria é uma mulher feliz. Vai dar a luz uma criança que trará muita alegria aos pequenos e pobres da terra. Por isso, ela canta: Minh’alma engrandece o Senhor. Exulta meu espírito em Deus meu Salvador! Maria é uma mulher feliz. Através dela os pequenos são portadores de paz. A sabedoria de Deus pousou os olhos numa mulher do povo. Deus entra na história pela porta de um casebre, pelo barraco de um carpinteiro. O Senhor do Céu e da Terra não se interessou pelos palácios e mansões.

- Pôs os olhos na humildade de sua serva! Deus escolhe uma mulher do povo. Escolhe como parceiros os fracos e simples. Gente que tem amor a vida. Detesta a sabedoria e a força daqueles que fabricam a morte. Se nós cristãos, devotos de Maria, aprendermos de Deus e a exemplo de Maria, depositando nossa confiança nos simples, pequenos e trabalhadores, a vida prevalecerá.

- O Senhor faz em mim maravilhas! Santo é seu nome! Maria, trazendo em seu ventre o Salvador não tem e do futuro. Deus vai entrar na história pra valer. Ele ouviu os clamores de seu povo. As injustiças e a opressão vão cessar. Ele vai cortar pela raiz a árvore da morte. Tombarão os gigantes do mundo, aqueles que oprimem, alienam e iludem os pequenos e destroem a vida na terra. Manifestando o poder seu braço, dispersou os soberbos de corações orgulhosos! Derruba os poderosos de sues tronos e eleva os humildes!

- O cântico de libertação, manifestação da alegria e da esperança de Maria, é uma profecia que revela o projeto de Deus. Maria é ministra do Evangelho e servidora do Reino, anuncia a verdadeira revolução que trará igualdade e participação aos filhos da terra.

- Ave Maria, mãe de Jesus e nossa mãe! Assim, tu és saudada em cada geração. Sentimos alegria em te saudar com os pobres desta terra. Ave Maria, mãe de Jesus! No meio do povo ouves a Palavra que anuncia a libertação. Ave Maria, mãe de Jesus! Junto da cruz, vencendo a morte, contemplas o sofrimento do teu filho e dos teus filhos brasileiros, massacrados e exterminados pelo poder corrupto e dominador, mas já pressentes o novo amanhecer. Ave Maria, mãe de Jesus! Companheira dos peregrinos que caminham para a vida e a liberdade. Maria pede que o povo faminto de vida, no campo e na cidade, se levante e caminhe, em busca de um novo tempo, onde os direitos são observados, a justiça é cumprida, a terra partilhada e a vida dignificada.

- Maria revela aos grandes da nação que o povo faminto de vida acolhe com amor as crianças que nascem; reparte as migalhas de pão, lutando sempre para que todos tenham vida. O povo do Evangelho não ajunta tesouros que enferrujam e corroem, mas reparte o pão e dá o primeiro lugar ao pequeno e ao fraco, ao doente e ao idoso. O povo do Evangelho acredita que a terra a Deus pertence. A terra é posse de quem nela trabalha para o sustento da vida. O povo do Evangelho acredita que o lucro do trabalho é a saúde e a vida das crianças de todo o Brasil. Na oração de cada dia, com a força da Palavra e com a participação na comunidade e no coração do mundo, o povo do Evangelho anuncia e constrói o futuro.

 

PRECES DA COMUNIDADE

Animador: “O caminho mais curto até Jesus é Maria”. Elevemos nossas preces a Deus através de Maria, cantando: “Ó Maria, rogai por nós, intercedei a Deus por nós”.

 

  1. Para que a exemplo do Francisco, inspirando-nos em Maria, serva da humanidade, sejamos verdadeiramente uma “Igreja em saída”, discípula missionária, pedimos

 

  1. Pelas nossas comunidades, neste período do Advento, sejam renovadas pela luz do Espirito Santo e possam viver o Evangelho, anunciando-o a todos pelo testemunho de amor e fraternidade, pedimos. 

 

  1. Para que, a exemplo de Maria, caminhemos com Jesus e possamos ser sensíveis aos que padecem devido à solidão, à velhice e às doenças, exercitando a solidariedade, pedimos...

 

  1. Para que tenhamos a mesma disponibilidade de Maria, fazendo-nos servidores do Senhor na pessoa dos mais pobres, e excluídos por este sistema perverso e desumano, pedimos. 

 

OFERTÓRIO

Animador: Maria fez de sua vida a oferta mais agradável a Deus, realizando plenamente a vontade do Senhor. Com ela ofereçamos ao Senhor nossa vida e missão, cantando.

COMUNHÃO

Animador: Maria, o primeiro Tabernáculo do Senhor, gerou em seu ventre aquele, pelo seu amor incondicional e doação plena se fez Pão para a vida do mundo. Recebamo-lo, com alegria, cantando.

Veja mais: Subsídio Exegético, para este domingo

Central de Conteúdo Unidade Rede Scalabriniana

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais