Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

Fiscais estaduais agropecuários paralisam atividades contra atraso de salários e pacote de medidas do Governo

Baixar Áudio por Valesca Heloisa Andreolli

Antonio Augusto Medeiros presidente da Associação dos fiscais agropecuários em entrevista à Rádio Rosário falou sobre a decisão de greve

Antonio Augusto Medeiros presidente da Associação dos fiscais agropecuários
Foto: Arquivo pessoal

Os fiscais agropecuários do Rio Grande do Sul iniciaram a greve da categoria, por tempo indeterminado, em protesto contra o pacote enviado pelo governo à Assembleia Legislativa que revisa a estrutura do funcionalismo e altera o plano de carreira dos servidores.

A paralisação da categoria também é motivada pelo parcelamento recorrente de salários, que já chega a 48 meses, aliada a falta de reposição salarial já perdura por cinco anos.

O Estado conta com aproximadamente 350 fiscais agropecuários. Em função das alterações na reforma da Previdência somadas às propostas encaminhadas pelo Executivo gaúcho, quase 300 servidores do quadro da Secretaria da Agricultura deram entrada aos pedidos de aposentadoria.

Antonio Augusto Medeiros presidente da Associação dos fiscais agropecuários em entrevista à Rádio Rosário falou sobre a decisão de greve.

A inspetoria veterinária de Serafina Corrêa adere a paralisação estadual da categoria

Central de Conteúdo Unidade Rede Scalabriniana

Enviar Correção

Comentários