Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Cáritas Scalabriniana divulga balanço de atuação em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Movimento, integrante da Paróquia Santo Antônio, recebeu mais de 55,5 mil peças de roupas e cerca de sete mil móveis e utensílio

Maria de Lourdes (D) coordena equipe voluntária a serviço das famílias necessitadas
Foto: Eduardo Cover Godinho

Conhecedoras da realidade vivida por muitas famílias em vulnerabilidade social em Guaporé, as voluntárias da Cáritas Scalabriniana, movimento integrante da Paróquia Santo Antônio fundado em 2011 por iniciativa do Padre Ivo Antônio Pretto, estão desempenhando um papel fundamental na comunidade e oportunizando o mínimo de dignidade para muitas pessoas. Elas, que desdobram-se para separar e recolher donativos, são grandes batalhadoras na propagação da solidariedade e da fraternidade. Em cinco anos de atuação na “Capital da Hospitalidade”, a Cáritas contabiliza milhares de doações de móveis, utensílios, roupas, calçados, cobertores, travesseiros, cama, mesa e banho, alimentos não perecíveis, entre outros.

Instaladas em uma sala no Salão Paroquial, localizado na Avenida Monsenhor Scalabrini, centro de Guaporé, as voluntárias da Cáritas contabilizaram de 2011 a 2016 o recebimento, e consequentemente o benefício às pessoas necessitadas, de 55.584 peças de vestuário, 6.859 peças de móveis e utensílios e 3.068 kg de alimentos não perecíveis. Soma-se isso, segundo a coordenadora Maria de Lourdes Bresolin, a ajuda/colaboração para famílias que enfrentam situações emergenciais com serviços que estiverem fora do alcance da coordenação e voluntariado.

“Além do recolhimento, triagem e armazenamento do arrecadado, participamos de eventos religiosos, reuniões, campanhas, visitas às famílias carentes, auxílio à organizações comunitárias como o hospital, presídio, Lar Peregrino e outros. Sempre estamos nos inteirando com entidades voltadas ao bem comum., especialmente, na área social e da saúde”, destacou.

A Cáritas Scalabriniana, destacou Maria de Lourdes, mantém atividades com as Pastorais da Saúde e Imigração, sempre que solicitada. Em 2016, em especial, auxiliou imigrantes Haitianos e Senegaleses com a doação de roupas e alimentos. Ainda colaborou com os desabrigados ocasionados por condições climáticas adversas das cidades de Tapejara, Lagoa Vermelha, Fagundes Varela, Casca (Fazenda Esperança), Passo Fundo (Santuário Nossa Senhora Aparecida, Nova Prata, Dois Lajeados, Soledade, Gramadinho, Vila Flores e outros.

“Ressaltamos que o envio de mantimentos é sempre que houver estoque sobressalente à necessidade da comunidade guaporense”, disse.

Com uma estrutura de trabalho formada por uma equipe de onze pessoas e direção do Pe. Pedro Luiz Nierotka, todos voluntários, a Cáritas Scalabriniana segue arrecadando e distribuindo vestuário, alimentos, móveis, utensílios e outros. O atendimento é nas segundas, terças e quartas-feiras das 13h às 16h. O contato, caso haja necessidade, pode ser efetuado pelo telefone (54) 9.9941.3722.

“Agradecemos a todos as pessoas que de uma forma ou de outra estendem sua mão aos menos favorecidos e compreendem o verdadeiro significado da ajuda e desprendimento. Estes reduzem os problemas sócio-econômicos e culturais, tornando mais humanitário e fraterno nosso município”, afirmou Maria de Lourdes.

Central de Conteúdo Unidade Rede Scalabriniana

Enviar Correção

Comentários