Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Polícia Civil e Brigada Militar de Anta Gorda apreendem bananas de dinamite

por Eduardo Cover Godinho

Três pessoas foram presas e R$ 50 mil furtados de um Laticínio foram recuperados

Agentes da Delegacia de Polícia de Anta Gorda, com apoio da Brigada Militar, coordenados pelo delegado Jader Ribeiro Duarte (24ª Região Policial de Soledade), prenderam três homens suspeitos do furto ao Laticínio Cotrilac, da Linha Carlos Barbosa, zona rural da cidade, registrado na madrugada da segunda-feira, dia 17 de agosto. Com o bando, os policiais encontraram uma grande quantidade de dinheiro em espécie e cheques, além de armas e bananas de dinamite. Dois automóveis Fiat/Tempra, provavelmente utilizados pelos criminosos em assaltos, foram apreendidos.

Segundo o Delegado Regional Duarte, os três presos, todos encaminhados para o Presídio Estadual de Soledade, haviam se estabelecido no município de Anta Gorda há pouco tempo. Eles são naturais dos Estados de São Paulo, Pernambuco e Paraná e um trabalhava no Britador Municipal (Secretaria de Obras de Anta Gorda).

“Cumprimentos mandados de busca e apreensão e prisão em residências do município. Em um dos locais localizamos R$ 13,5 mil e mais uma arma de fogo. Nesta casa prendemos duas pessoas. No segundo imóvel, propriedade de uma companheira de um deles, localizamos 18 bananas de dinamite, cada uma com cerca de um metro e pesando aproximadamente 1,5 quilos. Para se ter uma ideia com meia banana de dinamite é possível explodir um caixa eletrônico”, destacou.

Um dos presos, destacou o Delegado, devolveu para os policiais civis e militares, a quantia de R$ 23 mil que estava escondido. O dinheiro é parte do furto ao laticínio. Na residência de um terceiro envolvido foram localizados mais R$ 13,8 mil. Duarte destacou que a polícia civil identificou os cinco envolvidos na ação e que novas prisões devem ocorrer nos próximos dias, inclusive do chefe da quadrilha. Ele não descarta que o grupo tenha ligação com outros crimes registrados na região e há grande possibilidade é furtos em caixas eletrônicos tenham sido cometidos ou seriam efetuados com a utilização das bananas de dinamite.

“O que chamou atenção foi a quantidade de bananas de dinamite em poder deste grupo. Possivelmente seria utilizado a roubo em instituições financeiras da região (caixas eletrônicos). Ainda temos R$ 50 mil para recolher na ‘rua’. Esse valor deveria ser empregado na compra de armamento, coletes e outros, para a utilização nos crimes. Além do impacto da recuperação do dinheiro, armas e dinamite, acredito que tenhamos, sem querer, descoberto uma quadrilha que ia nos dar muita dor de cabeça. Um dos mentores, que ainda não foi detido, imaginamos que tenham praticado crimes de grande natureza na região . É questão de tempo para que possamos capturá-lo e esclarecer, se tudo correr dentro do programado, para a sociedade gaúcha”, salientou.

Os três admitiram a participação no furto ao Laticínio Cotrilac, salientou o Delegado Regional.

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais