Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Daer estuda construção de trevo na Comunidade Mattei em Dois Lajeados

por Eduardo Cover Godinho

Projeto, segundo o diretor-geral Rogério Uberti, está pronto. Trâmites burocráticos devem ter início nos próximos dias

Projeto do novo trevo na ERS-129 está pronto. Daer e EGR irão firmar parceria para execução da obra
Foto: Ilustração

As rodovias da região, em especial as ERS-129, 431 e 441, aumentaram significativamente o número de veículos em circulação. Em bom estado de conservação, as vias são utilizadas para o deslocamento da região serrana para o Planalto e Vale do Taquari. São centenas de carros, caminhões, ônibus, motos, entre outros, que trafegam diariamente. Para uma melhor trafegabilidade, o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens (Daer) tem investido na sinalização viária (horizontal e vertical), na melhoria dos pavimentos asfálticos e em projetos que visam dar maior segurança para os condutores e passageiros. Entre as ações programadas para as rodovias está a conclusão da ERS-431 (Km 12,2), construção de um trevo na ERS-129 na Comunidade da Linha Dona Cândida Mattei e o estudo para o fechamento do trevo principal de acesso para Dois Lajeados.

 

Trevo Mattei

Ponto de entrada e saída constante de veículos – leves e pesados – o Km 115, na localidade da Linha Dona Cândida Mattei, reserva perigo constante para os condutores que trafegam pelo local e, principalmente para os moradores da comunidade e capelas próximas. Eles presenciaram diversos acidentes de trânsito e a maioria pela falta de atenção dos motoristas no acesso ou saída da rodovia para as estradas vicinais. Para evitar que novas tragédias aconteçam, já que nas proximidades há um educandário, o salão e a igreja da comunidade, o Daer, através do empenho diretor-geral Rogério Uberti, elaborou um projeto para a construção de um trevo. O objetivo, segundo ele, é disciplinar a entrada e saída de veículos.

“A rodovia é patrimônio do Estado e está concedida a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR). Vamos fazer uma parceria para o projeto, que está concluído, possa ser executado. O acesso a Linha Dona Cândida Mattei é muito utilizado e analisamos que os condutores acabam entrando e saindo de qualquer jeito. Nossa proposta é disciplinar a trafegabilidade para que não ocorram mais acidentes”, disse Uberti.

A proposta, destacou o diretor-geral do Daer, é fazer uma “administração direta” para a execução da obra, o que sairá mais barato. Não haverá mudança de trajeto de quem se desloca entre Dois Lajeados e Guaporé.

“Não vamos mexer no pavimento (pista), pois vamos trabalhar com canteiros centrais. Serão duas ilhas laterais que facilitarão os condutores. Hoje em dia os motoristas entram e saem, atravessam de um lado para o outro da rodovia de qualquer jeito. Vamos disciplinar o tráfego para evitar que acidentes ocorram”.

Outra mudança, que ainda está em estudo pelo Daer, é o fechamento da parte central do canteiro (rótula) da entrada principal para Dois Lajeados. A ideia, segundo Uberti, é o fechamento de todas as rotulas abertas no Rio Grande do Sul.

“Pela quantidade de veículos que acessam o trevo em Dois Lajeados é necessária uma urgente intervenção para o fechamento. São muitos acidentes registrados e queremos evitar que novos aconteçam. Assim que o projeto estiver pronto, vamos procurar a EGR para a execução. É simples e não é oneroso”, destacou.

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais