Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Prefeito de Barra Funda fala sobre ação da Justiça Eleitoral – Rádio Sarandi

por Edinei Bernardelli
Foto: Arquivo

Na noite de 27 de janeiro, uma ação da Justiça Eleitoral apreendeu 7 aparelhos celulares de propriedade de pessoas citadas em uma ação de impugnação de mandato eletivo no município de Barra Funda. A ação atendeu à um pedido da Justiça Eleitoral da Comarca de Sarandi.

A ação, ajuizada pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) e Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) cita possíveis crimes eleitorais envolvendo o Partido Progressistas (PP), vencedor das eleições 2020 no município de Barra Funda.

Em entrevista à Rádio Sarandi, na manhã desta terça-feira, 02 de fevereiro, o Prefeito de Barra Funda, Marcos André Piaia (PP), abordou o tema. “Eu fui notificado a prestar com 07 dias de prazo para defesa, a partir do dia 27. Naquele dia nós tivemos sim, eu tive meu telefone celular apreendido pela Justiça Eleitoral. Minha esposa teve o celular apreendido, nosso vice-prefeito André teve o celular apreendido. Estes são procedimentos padrões e procedimentos normais da Justiça Eleitoral e de qualquer situação quando se há uma suspeita”. Afirma ele.

Sobre o processo em andamento, Marcos Piaia diz que está sendo montada a defesa. “É lógico que temos o nosso direito de defesa e assim o vamos fazer. Eu não posso trazer maiores detalhes, porque o processo encontra-se em segredo de justiça. Eu ainda não acompanhei exatamente todo o teor do processo. Tenho advogados que estão trabalhando nisso, nós temos um prazo que é para a entrega da defesa e após a justiça tomará os trâmites e deixaremos à disposição para que tudo venha a se esclarecer da melhor forma possível”. Detalha Marcos.

Indagado sobre os reflexos desta acusação na sequência dos trabalhos na Administração Municipal de Barra Funda, o Prefeito Marcos Piaia afirma que isto acaba impactando num primeiro momento. “De certa forma isto acaba impactando nos primeiros momentos, porque a gente passou dois, três dias se aprofundando nos detalhes, vendo o que eram as acusações, levantando muitas informações, afinal tem um processo judicial e a gente tem que nos defender. Mas administrativamente estávamos praticamente no mês de janeiro em férias coletivas. Impacta nos primeiros dias, mas na sequência da administração não teremos maiores problemas”. Diz ele.

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais