Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Mesmo em turno único por 10 meses, Sarandi pagou mais de R$1,2 milhão em horas extras em 2020 – Rádio Sarandi

Jefferson De Ramos
Foto: Divulgação

Repercute a informação dada pelo Prefeito de Sarandi, Nilton Debastiani (PDT), na última sexta-feira, 15 de janeiro, referente ao valor pago em horas extras pela Prefeitura Municipal de Sarandi no ano de 2020. Segundo ele, foram pagos R$1.273.000,00 (Um milhão, duzentos e setenta e três mil reais) em horas extras, mesmo estando em turno único por aproximadamente 10 meses, de março de 2020 à janeiro de 2021; e durante um período de pandemia, onde vários serviços foram alterados ou interrompidos.

Debastiani afirma que a primeira medida, ao assumir a Administração, foi a volta do turno normal, por entender que não há justificativa para estar em turno único e gastar em horas extras. “Quando analisamos isso, achamos que não havia nenhuma lógica em reduzirmos o nosso tempo de atendimento, fazermos turno único; e por outro lado gastar quase R$1.300.000,00 em horas extras. Trabalhava-se pela manhã até o meio dia, e de tarde, por ter demanda, eu acredito; se trabalhava de tarde também. Não se justificava. Por isso, a primeira medida foi voltar ao expediente normal.” Diz ele.

Em entrevista, Leonir Cardozo (PP), ex-prefeito de Sarandi, afirma que o valor pago, diante de um pagamento total de R$ 36.898.839,00, fica em 3,5% de horas extras, e estaria de acordo com a necessidade do momento. Sobre os questionamentos da necessidade ou não, ele afirma que questionar poderia demonstrar o que ele chama de “Falta de noção” da atual administração. “Infelizmente devo dizer, gostaria que nosso “oponente’ fizesse um bom trabalho, mas eu percebo que lhe falta noção em relação a tudo. Se nosso oponente tivesse mínima condição da forma como deve proceder para que a administração possa de fato responder a comunidade, ele com certeza não estaria se preocupando com esse tipo de coisa.” Diz ele.

Cardozo ainda afirma que esse valor, pago em horas extras, é “histórico” para Sarandi, e já é registrado por muitos anos. Ele reafirma que assim conseguiu entregar serviços à comunidade. “3,5% com base no valor total é um valor pequeno. Com o turno único, existem pessoas que tem 35h semanal, e outras 40h. As pessoas que trabalham 35h semanal só receberam horas a partir da sétima hora, então é falácia a questão que o turno único foi responsável pelas horas extras. Esse valor de 3,5% é um valor histórico do município. Sempre ficou em 2,5%; 3%, 3 e pouco, historicamente o município de Sarandi tem esse valor de horas extras” diz ele.  

De acordo com dados da prefeitura Municipal de Sarandi, em 2017 foram gastos R$455.834,00 em horas extras. Em 2018, R$606.251,00; em 2019 R$753.276,00 e em 2020, o valor pago em horas extras foi de R$1.273.000,00.

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais