Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

SindiRádio promove campanha de alerta sobre rádios comunitárias irregulares e rádios piratas

por Edinei Bernardelli

A fim de alertar as emissoras de rádio e a população sobre a gravidade do funcionamento de rádios comunitárias que atuam de forma irregular, e também sobre rádios piratas, o Sindicato das Empresas de Rádio e TV do Rio Grande do Sul (SindiRádio) lança, a partir desta segunda-feira, 16 de novembro, uma campanha nas redes sociais. A ação traz publicações informativas sobre as rádios piratas, que não possuem autorização do governo para funcionamento, e rádios comunitárias que atuam de formas diferentes daquelas constantes da licença, bem como a forma mais correta de fazer denúncias.

Segundo a presidente do SindiRádio, Christina Gadret, a entidade já atua em defesa dos direitos de suas emissoras afiliadas, movendo ações em todo o Estado contra rádios comunitárias irregulares. “Queremos fazer um alerta sobre estas rádios para a população, utilizando as redes sociais para alcançar mais pessoas. Ainda, nos colocando à disposição para denúncias. A infração das leis da radiodifusão acarreta em concorrência desleal contra as emissoras comerciais”, explica.

Nos últimos meses, o SindiRádio obteve decisões favoráveis em 11 (onze) ações contra emissoras de rádio comunitárias que operam de forma irregular. Além disso, a entidade reitera o alerta de que rádios piratas não têm a concessão do Governo Federal para operar e, logo, aqueles que se colocam à frente desta atividade cometem um crime passível de punição na Lei.

Se na sua cidade há alguma rádio pirata ou rádio comunitária operando em desacordo com a legislação, denuncie. É papel do SindiRádio representar os interesses dos radiodifusores gaúchos.

Fonte: SindiRádio

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais