Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

“É apenas um pedido de esclarecimento” diz Prefeito de Barra Funda, sobre pedido do MPF – Rádio Sarandi

por José Leal de Oliveira
Foto: Jefferson De Ramos

O Ministério Público Federal (MPF) requisitou ao município de Barra Funda (RS) esclarecimentos em relação à utilização de recursos do governo federal em ações de combate ao novo coronavírus. O município informou ter utilizado R$7 mil na compra de máscaras de tecido, e o ofício enviado no dia 26 de junho, requisita informações sobre - pesquisa de preços, se há cotação de preços com fornecedores distintos, quantidade de máscaras distribuídas aos munícipes e a forma de entrega, quantidade de máscaras distribuídas aos profissionais de saúde e quais receberam e, se, além das máscaras de tecido, distribui máscaras de uso profissional aos trabalhadores da área da saúde.

Marcos André Piaia, Prefeito de Barra Funda, explica que o procedimento é rotineiro e o município tem 20 dias para responder. Segundo ele, O MP de Erechim é o responsável pelo controle dos gastos de todos os municípios da região, e Barra Funda estaria apenas sendo questionado sobre o destino das máscaras adquiridas e sua distribuição.   “É apenas um pedido de esclarecimento. Não é um processo ou condenação. Não há nada irregular ou ilegal”, afirma Marcos.

Barra Funda tem 2.367 habitantes, e o Prefeito explica que irá comprovar a entrega das máscaras e também a dispensa da licitação. Segundo ele, com o recurso de R$7.052,50 foram adquiridas 2 mil máscaras. A distribuição é gratuita para a população, e cada pessoa que retira a máscara, assina um comprovante de retirada, que será utilizado no pedido de esclarecimento. Ele também cita que o pedido visa esclarecer se o município fornece, além das máscaras de tecido, EPI’s aos profissionais da saúde.  “Os profissionais tem todos os devidos EPI’s. Alguns profissionais da saúde retiraram as máscaras de tecido, mas não para utilização em período de trabalho. Mais da metade da população já retirou. Já entregamos 1.300 máscaras e o restante ainda está sendo entregue”; reitera o prefeito.

Prefeito Marcos, que é pré-candidato à reeleição, diz que o pedido de informação solicitado pelo MPF é um procedimento normal, mas lamenta que a informação esteja sendo distorcida e utilizada de forma “eleitoreira” por algumas pessoas.

 “Nada disso me preocupa. A não ser a parte política, pois estão se aproveitando da situação para tentar manchar a imagem da Administração e do Prefeito, por uma coisa que não existe e que será esclarecido”, destaca Marcos Piaia.

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais