Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Justiça determina que frigorífico de Trindade do Sul dispense funcionários por 14 dias e aplique testes - Rádio Sarandi

por Edinei Bernardelli
Foto: Acessoria MPT-RS

A Justiça do Trabalho determinou na sexta-feira, 12 de junho, o afastamento de todos os funcionários da JBS em Trindade do Sul, Região Norte do RS, de forma temporária, por 14 dias. Terceirizados também devem ter a mesma medida.

Além disso, a empresa também terá que aplicar testes de coronavírus em todos os trabalhadores, a partir do 10º dia de afastamento. A medida vale a partir de sábado (13) e em caso de descumprimento, a empresa tem multa de R$ 25 mil.

A empresa informou que não se manifesta sobre processos judiciais em andamento, e reiterou que mantém medidas de prevenção.

A decisão atende a um pedido do Ministério Público do Trabalho. Em abril, a Justiça havia determinado que a empresa tomasse medidas, como o afastamento de funcionários com suspeita da doença,

Em vistorias nos dias 12 e 13 de maio, no entanto, o MPT encontrou irregularidades na planta. "Aduz que não há qualquer iniciativa da ré quanto à testagem dos empregados para COVID-19. Salienta que as irregularidades encontradas agravam a situação constatada na empresa, razão pela qual ajuizou a presente ação civil pública", menciona a decisão.

Conforme documentos anexados ao processo, dos 1.327 empregados, 343 estão afastados, 162 foram testados pelo SUS e 35 testaram positivo. Destes, três estavam assintomáticos.

 

Nota da JBS

 

A JBS não comenta processos judiciais em andamento.

A empresa reitera que tem como objetivo prioritário a saúde de seus colaboradores e ressalta que desde o início da pandemia tem adotado um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19 na sua unidade de Trindade do Sul (RS) e em todas as suas plantas no Brasil, conforme as orientações dos órgãos de saúde e protocolo do Ministério da Saúde, Economia e Agricultura. A JBS também segue as orientações do Hospital Albert Einstein e especialistas médicos contratados pela Companhia para apoiar na implantação rigorosa de medidas para a proteção de seus colaboradores.

Entre as ações adotadas pela Companhia, estão:

- afastamento de pessoas que fazem parte do grupo de risco como maiores de 60 anos, gestantes e todos os que tiveram recomendação médica;

- ampliação da frota de transporte;

- desinfecção diária das unidades;

- medição de temperatura de todos antes do acesso às fábricas;

- vacinação contra gripe H1N1 para 100% dos colaboradores;

- ações de distanciamento social;

- forte comunicação de prevenção e cuidados, entre outras.

FONTE: MPT-RS / G1

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais