Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Cidadania Italiana: Do Direito ao Reconhecimento

por Eduardo Cover Godinho

Advogados Mateus de Bona e Roberta Marcolina, especializaram-se na montagem de processos para famílias que buscam a dupla cidadania

Advogados Mateus e Roberta especializaram-se na matéria cidadania italiana
Foto: Divulgação

Guaporé e região têm colonização basicamente italiana. Grande porcentagem da população tem antepassados vindos da Itália para o Brasil na missão de construir um novo mundo, abrindo portas para uma nova vida. Agora, a história se inverte. Essa descendência italiana, quando comprovada e documentada, pode abrir possibilidades para uma vida mundo a fora. Como? Através da dupla cidadania. Quem busca cidadania italiana, colherá muitas vantagens: novas possibilidades de estudo e intercâmbio, opções de trabalho, viagens e lazer. Para a obtenção da cidadania, o processo, se não for bem executado e dentro de todos os parâmetros burocráticos exigidos nas legislações do Brasil e Itália, pode ser demorado e complexo.

Pensando em facilitar a tramitação e auxiliar para que muitos possam fazer parte oficialmente do “País da Bota”, Mateus e Roberta especializaram-se em procedimentos para obtenção de cidadania italiana. Em 2006, o então Bacharel em direito Mateus De Bona, buscou na Itália suas origens para tornar-se também um cidadão italiano. Ao retornar, concluiu os estudos e passou a exercer atividades profissionais e jurídicas, passando a aprofundar-se em processos para obtenção de cidadania italiana ao lado da companheira e colega de profissão Roberta Marcolina. Ao longo desse tempo especializaram-se na montagem dos processos para famílias e clientes, otimizando tempo, auxiliando na montagem da documentação necessária para a busca desse direito.

“Passamos a prestar assessoria na pesquisa e busca de certidões diretamente na Itália, também junto aos Cartórios de Registros Civis e Paróquias do Brasil. Realizamos os processos judiciais para retificação e padronização da documentação atualizando as certidões, as quais serão traduzidas e juramentadas. É bom esclarecer que tudo segue os parâmetros da legislação especifica atual, para que posterirormente sejam analisados e ocorra o deferimento da cidadania italiana a quem tem direito, através do Órgão responsável que é o Consulado Italiano em Porto Alegre”, destacaram.

Ao longo de dez anos atuando de forma responsável e eficaz, foram muitos os processos que passaram pelas mãos dos advogados Mateus e Roberta.

“Contamos na região da Serra Gaúcha com muitos descendentes de imigrantes italianos e a grande maioria não conhece quem são seus antepassados e suas origens. Nosso trabalho de pesquisa colabora para que os laços com a Itália sejam estreitados. É importante informar que nosso escritório atua em processos para descendentes que ingressam com pedidos, tanto no Brasil via Consulado ou, assim como eu, que dirigiram-se diretamente para o ingresso na Itália em busca da obtenção do direito à cidadania”, disse De Bona.

Para obtenção da cidadania italiana aos descendentes atualmente vigora os princípios do jus sanguinis, que é a linhagem de sangue transmitida de geração em geração e também através do matrimônio deferido aos cônjuges de descendentes, os quais sujeitam-se a algumas regras específicas. Mateus e Roberta, salientam que muitos são os motivos justificados pelos clientes para a obtenção da cidadania. Entre eles destacam-se: “a oportunidade de trabalho ou estudo, intercâmbio em outro continente, satisfação em descobrir a linhagem e seus antepassados, repassar às próximas gerações algo que não receberam, entre outros”.

“As histórias descobertas muitas vezes acabam nos surpreendendo, mas muito mais aos clientes. Eles encontram rastros e registros de uma época de muito trabalho e sofrimento, mas acima de tudo perseverança, que está transcrita em registros passados e livros muitas vezes esquecidos. Atualmente é o nosso trabalho e a profissão que escolhemos, mas acima de tudo encontramos satisfação na atividade que estamos exercendo, uma vez que mesmo sendo cidadãos de dois países completamente distintos, encontram-se em suas raízes culturais e históricas, formando um elo de ligação que certame perdurará pela eternidade”, afirmaram.

Para obtenção de detalhes sobre o funcionamento do processo para obtenção da cidadania italiana, basta entrar em contato com Mateus e Roberta, junto ao escritório MGB Advogados, que encontra-se próximo ao Fórum de Guaporé, na Rua Gino Morassutti, nº. 1115, sala 102B, edifício Davale, centro, CEP: 99200-000, Guaporé-RS. Contatos também pelos telefones (54) 3443.2941, (54) 99612.0379, (54) 99608.1599, ou no endereço eletrônico: [email protected].

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais