Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

“É uma luta do estado.” diz Francisco Turra sobre Movimento de Otimização das Culturas de Inverno – Rádio Sarandi

Baixar Áudio Jefferson De Ramos
Foto: Divulgação

Em entrevista à Rádio Sarandi, na manhã desta quarta-feira, 27 de janeiro, Francisco Turra, Presidente do Conselho Consultivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), reafirmou os anseios do Movimento de Otimização das Culturas de Inverno, que pretende melhorar a competitividade da produção agrícola do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

Turra abordou os resultados da primeira reunião de trabalho que aconteceu ontem, (26). O encontro contou com autoridades e entidades ligadas ao agronegócio. Ele explica que o estado tem potencial, conhecimento e estrutura para otimizar as culturas de inverno e crescer ainda mais. “Fico espantado de ver o futuro Rio Grande do Sul, um estado que tem uma safra por ano; ele e Santa Catarina, e praticamente todo o país, onde a gente colhe uma safra por ano e fica feliz. Temos terras ociosas, máquinas ociosas, sementes, mão de obra, tudo, mas nos contentamos com uma safra de verão.” Avalia ele.

De acordo com Turra, a segunda safra seguida com quebra no milho do RS é mais uma justificativa para que o cultivo de cereais alternativos de inverno — como trigo, aveia e cevada — seja incentivado. “Existe potencial para chegar a 1,8 milhão de hectares com produção do inverno, no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina. Temos subsídio tecnológico pelas mãos da Embrapa. E, além de tudo isso, demanda das agroindústrias de aves, suínos e de lácteos, que estão dispostas a comprar o mercado futuro dos grãos,” conta o líder. 

Francisco Turra, que é uma das mais respeitadas lideranças do Agronegócio Brasileiro, mostra-se otimista frente à primeira reunião do movimento, ele afirma que é uma luta de estado. “Foi acima da expectativa. Santa Catarina se uniu a nós, todos apostando e apoiando, seguindo em frente nessa luta que é uma luta de estado, não é uma luta minha. Quero ser apenas um motor a mais a mexer com essa roda. Não tenho nenhuma pretensão além,” diz ele.

Ouça a entrevista completa clicando em “Ouvir notícia”

Central de Conteúdo Unidade Sarandi

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais