Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Moradores da zona rural pedem providências para conserto de “mata-burros”

por Eduardo Cover Godinho

Situação caótica dos barrotes obriga motoristas a subirem no barranco para conseguir efetuar o deslocamento pela via

Barrotes de madeira necessitam serem trocados urgentemente
Foto: Divulgação

A situação das estradas vicinais da zona rural de Guaporé não é das melhores. Apesar das constantes operações de patrolamento e ensaibramento efetuadas pela Secretaria Municipal de Obras e Viação, através de um calendário para que os cerca de 300 quilômetros sejam recuperados gradativamente, o que se verifica é que alguns pontos não recebem atenção devida. A reclamação dos produtores rurais é quase unânime, principalmente no período em que a safra tem que ser escoada.

Um morador da Linha Três de Maio – Capela Nossa Senhora das Graças – relatou a situação que se encontram não as estradas do interior da sua comunidade, mas sim, os famosos “mata-burros”.

“A ‘coisa’ está péssima. Há dois meses que estamos pedindo para a Prefeitura arrumar. Pedimos ajuda ao vereador Pasini, mas até agora não obtivemos resposta. Os moradores tem que passar com os veículos por cima de um barranco porque os ‘mata-burros’ estão destruídos. Os barrotes de madeira estão soltos, o que impossibilita passar com os carros em cima”, disse.

Segundo o produtor rural, que prefere não se identificar, em dias de chuva a situação é mais preocupante, pois torna-se escorregadio passar pelo barranco. A estrada vicinal da Linha Três de Maio – Capela Nossa Senhora das Graças dá acesso para outras localidades e o tráfego de veículos (leves e pesados) é constante.

Central de Conteúdo Unidade Rosário

Enviar Correção

Comentários