Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

Jovem flagra desperdício de água potável em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Vídeo, da tubulação da captação do Rio Carreiro, mostra vazamento de grande proporção.

Vazamento na adutora preocupou jovem estudante da UFRGS. Corsan solucionou o problema nesta semana
Foto: Divulgação

A situação dos mananciais no Brasil é preocupante. Os moradores das regiões nordeste e sudeste sofrem há meses com a falta de água nas torneiras. Em outras regiões do País, não há registros de falta constante deste bem precioso para a vida, porém, nunca é demais lembrar que o desperdício pode ocasionar em um futuro, não tão distante, a escassez nos rios e reservatórios. Em Guaporé e municípios arredores há o privilégio das populações contarem com dois importantes rios (Carreiro e Guaporé) que fornecem água para o consumo e manutenção da vida.

Mesmo abundante, há preocupação dos moradores é para que todos respeitem e usem a água de forma racional e moderadamente. Preocupado com o sistema de abastecimento de Guaporé, um jovem flagrou um vazamento de grandes proporções na tubulação que traz a água do Rio Carreiro até a Estação de Tratamento (ETA), localizada no bairro São José. O vídeo, de 12 segundos feito no dia 3 de abril, mostra nitidamente um grande furo no cano da adutora e a água jorrando para uma valeta. O local, de acordo com o morador, é na estrada que vai para a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Autódromo, na Rua Irmão Eduardo.

Segundo ele, os funcionários da Unidade da Corsan, de Guaporé, chegaram a fazer uma vala para a água escorrer, mas não arrumaram o cano.

“Em um ano crítico no quesito disponibilidade de água, esse é o estado das tubulações em Guaporé, um provável e trágico reflexo da situação nacional”, disse o jovem.

Segundo a gerência da Unidade da Corsan, de Guaporé, o vazamento da adutora era recente. Durante a semana, funcionários solucionaram o problema.

Central de Conteúdo Unidade Rosário

Enviar Correção

Comentários