Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
19:00:00
A Voz Do Brasil
20:00:00
 
 

Marau no mapa das Cidades Educadoras

por Valesca Heloisa Andreolli

Município foi o segundo da região Norte do Rio Grande do Sul a receber o título de Cidade Educadora

Foto: Divulgação

Marau é uma das cerca de 490 cidades em 36 países a se tornar uma Cidade Educadora. O título foi concedido pela Associação Internacional de Cidades Educadoras (AICE), após um processo de adesão que foi realizado com o auxílio do Programa UniverCidade Educadora da Universidade de Passo Fundo (UPF), filiada ao movimento das Cidades Educadoras. A partir de agora, além das suas funções tradicionais - econômica, social, política, de prestação de serviços -, Marau tem um compromisso com a formação, a promoção e o desenvolvimento de todos os seus habitantes.

O município aderiu a uma carta de princípios que orienta os rumos pactuados em cada cidade, respeitando suas identidades singulares e suas características históricas e culturais. A carta prevê, dentre outros aspectos, a revitalização dos espaços públicos, o foco na formação das crianças e dos jovens, um plano municipal amplo de educação e a democratização dos bens culturais.

O Poder Executivo de Marau elaborou um projeto de lei para autorizar o ingresso do município na AICE. Em abril deste ano, a Câmara de Vereadores aprovou o projeto. Assim, o pedido de adesão foi enviado à AICE, que concedeu o título à cidade. “Marau é uma cidade que tem compromisso e projetos que pensam no fortalecimento e no aprofundamento da educação. O fato de nosso município tornar-se uma ‘Cidade Educadora’ aumenta o nosso desafio e sabemos da responsabilidade que estamos assumindo no contexto municipal e regional. Isso nos motiva a incrementar novas ações e a promover ainda mais a inclusão educacional em diversos setores”, ressalta o prefeito de Marau Iura Kurtz.

A UPF foi a responsável por apresentar a proposta aos gestores e lideranças de Marau, já que a Universidade é filiada ao movimento das Cidades Educadoras. “Recebemos a certificação de Marau com muita alegria. É resultado de um trabalho comprometido da UPF com seu território de abrangência, buscando elevar os níveis de desenvolvimento e de cidadania. Uma cidade educadora se propõe a refletir sobre o conjunto de suas ações, buscando o potencial educador em todas elas. É uma inteligente decisão e Marau está de parabéns por isso”, enfatiza a reitora da UPF, professora Dra. Bernadete Maria Dalmolin.

O vice-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários da Universidade, professor Dr. Rogerio da Silva, ressalta que auxiliar os municípios da região a se tornarem cidades educadoras vem ao encontro do papel comunitário da UPF. “Considero que é uma grande conquista para a cidade de Marau ter sido aprovada como cidade educadora. É preciso destacar o apoio da Administração por meio do prefeito e também dos vereadores. A UPF vem acompanhando esse processo desde o início e cumprindo o seu papel de universidade comunitária. Certamente, essa parceria continuará e Marau dará seguimento às ações que a consolidam como uma cidade educadora. A comunidade está de parabéns”, destacou o vice-reitor.

Mais cidades da região deverão aderir à iniciativa

Soledade foi a primeira cidade da região Norte a conquistar o título. Carazinho está em processo de adesão e já existem outros municípios interessados. “A UPF está sendo reconhecida pelas entidades representativas das cidades educadoras como instituição que faz parte do processo formativo, constitutivo dos territórios educadores. Em outras realidades, os municípios dificilmente contam com o acompanhamento de uma universidade. Estamos sendo solicitados para participar de diversos eventos e publicações para apresentar essa experiência que é ímpar, provocando a interlocução horizontal entre universidade e municípios que estão se tornando cidades educadoras. É preciso salientar também que a Universidade está se comprometendo, desse modo, com um processo formativo de desenvolvimento das cidades da região”, observou a coordenadora do UniverCidade Educadora e Inteligente, professora Dra. Eliara Levinski.

UPF Assessoria de Imprensa

Central de Conteúdo Unidade Rosário

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais