Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Jiu-Jítsu: 100 lutadores da Garra Team Guaporé presentes em Bento Gonçalves

por Eduardo Cover Godinho

Entre os competidores estavam crianças dos projetos sociais de Guaporé e das oficinas do CRAS de Vista Alegre do Prata

Muitas lutas no ginásio municipal de Bento Gonçalves
Foto: Divulgação

Competidores da Garra Tem, de Guaporé, estiveram presentes em um dos mais concorridos certames de jiu-jítsu do Rio Grande do Sul. O campeonato interno da Garra Team, apesar de ser único e exclusivo aos atletas que fazem parte da academia e, sobretudo dos integrantes de projetos sociais (Jiu-Jítsu Para Todos), contou no sábado, dia 24 de novembro, no Ginásio Municipal de Esportes, de Bento Gonçalves, com a presença de 500 lutadores. Na 16ª edição, o que não faltaram foram bons combates nos tatames. Foram 500 lutadores, sendo 350 crianças e 150 adultos.

Da “Capital da Hospitalidade”, juntamente com Vista Alegre do Prata, foram aproximadamente 100 participantes da “arte suave” que estiveram presentes no evento que comemoraram os 20 anos da Garra Team. Apesar do caráter festivo e comemorativo, o campeonato é duro, pois reúne competidores espalhados pelo estado, crianças de projetos sociais e estreantes que utilizam o evento para começar sua jornada nas competições.

“Entre os presentes, levamos alunos da Garra Team Guaporé, de Muçum (prof. Renan Branchi) e do prof. Leandro Borges. A maioria dos projetos sociais desenvolvidos pelo Poder Público de Guaporé (ONG Sol e Lua, Escola Dr. Jairo Brum e Horta Comunitária) e alunos das oficinais de jiu-jítsu do CRAS, de Vista Alegre do Prata. Os resultados foram ótimos. Tivemos muitos campeões e várias promessas, tanto no infantil quanto no adulto”, disse o instrutor Marcelo Rossetto.

Conforme o instrutor, é extremamente gratificante ver lutadores vencendo sua primeira luta e, principalmente, superando o medo de competir.

“Temos histórias maravilhosas. É muito bom ver os lutadores no tatame pela primeira vez. Independente do resultado, o mais importante é vencer o medo. Posso dizer que nós, da Garra Team Guaporé, estamos no caminho certo e se tudo continuar dentro do planejado, teremos a garantia de um jiu-jítsu de alto nível na cidade por pelo menos 15 anos. De todo o sucesso da turma, eu sou o menor responsável. A academia se uniu de forma linda e todos correram atrás de transporte, lanches para as crianças, patrocínios e apoios. Obrigado Guaporé e Vista Alegre do Prata pela confiança”, destacou

O agradecimento, segundo Rossetto, vai para a Padaria Melati, Mercado Pássaro, GuapoFest, Mercado Marin, CRAS de Vista Alegre do Prata, Secretaria de Assistência Social e Habitação de Guaporé, empresária Neura Trevisol e Adriano de Almeida. Alguns da academia colaboraram com recursos financeiros. Entre eles: Larissa, Laudinei, Chicão, Dani Lanzoni, Uilton, Beto Baldasso, Eve, entre outros.

“Apesar de todos terem dado o máximo, uma pessoa merece um agradecimento especial: o professor Leandro Borges. Se levamos 100 pessoas daqui é mérito dele”, afirmou Rossetto.

Central de Conteúdo Unidade Rosário

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais