Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Yuri Lian recebe premiação do Ministério Público do Trabalho

por Eduardo Cover Godinho

Aluno da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Jairo Brum conquistou o terceiro lugar no concurso MPT na Escola RS 2018

Diretora Yeda Bassani (E), Yuri (C) e a professora Fabíula (D), na premiação do MPT na Escola RS
Foto: Divulgação

O Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul (MPT-RS) realizou, na sexta-feira, dia 5 de outubro, a entrega do Prêmio MPT na Escola RS 2018. O evento reuniu cerca de 300 pessoas, entre alunos vencedores, professores orientadores, coordenadores pedagógicos, secretários de Educação e prefeitos dos 59 municípios que participaram do projeto em 2018. No meio do público presente no auditório do Ministério Público Estadual, em Porto Alegre, estava uma comitiva de Guaporé, composta pela secretária de educação Veridiana Tonini, diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Jairo Brum Ieda Maria Bassani, professora Fabíula Cover e familiares do “pequeno” Yuri Lian.

O garoto, aluno do 5º ano do educandário - localizado no bairro Santo André, foi um dos ganhadores do MPT na Escola RS 2018, que premiou os três melhores estudantes, todos eles do ensino fundamental, das categorias conto, música, poesia, desenho, curta-metragem e esquete teatral. Foram mais de 1000 turmas escolares que participaram da segunda edição do concurso cultural. Yuri Lian teve seu trabalho premiado com a “medalha de bronze” na categoria Desenho 4º e 5º anos. O desenho, produzido em sala de aula, tinha como temática o combate ao trabalho infantil e contou com supervisão e orientação das professoras Sirlei Cerutti e Fabíula Cover. As medalhas de ouro e prata ficaram para estudantes das Escolas Municipais Major João Antônio Marques (Xangri-lá) e Alfredo Pedro da Silva (Cidreira), respectivamente.

Os alunos vencedores receberam bicicletas (1º lugar), tablets (2º lugar) e caixas de som portáteis (3º lugar). As escolas dos primeiros colocados ganharam projetores, e os professores orientadores dos primeiros colocados, um tablet cada. Os trabalhos classificados em 1º lugar vão competir na etapa nacional do prêmio, que inclui os vencedores de todas as etapas estaduais do País e cuja premiação acontece em Brasília.

A coordenadora regional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância), procuradora do MPT em Uruguaiana Ana Lúcia Stumpf Gonzalez, destacou a importância de integrar alunos, escolas e famílias em torno do combate ao trabalho infantil, um dos objetivos do MPT na Escola, que junto com o incentivo à aprendizagem e o fomento à políticas públicas, faz parte do projeto estratégico do MPT “Resgate à Infância”.

A expectativa é que mais municípios gaúchos participem do Prêmio MPT na Escola RS em 2019.

Central de Conteúdo Unidade Rosário

Enviar Correção

Comentários