Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Vida
10:00:00
 
 

Juventude rural de Guaporé é incentivada através de políticas públicas

por Eduardo Cover Godinho
Evento reuniu jovens da zona rural no Centro de Convivência do Idoso
Foto: Rejane Paludo

Para que a sucessão rural ocorra, também são necessárias políticas públicas de apoio aos jovens rurais. Pensando nisso, o município de Guaporé instituiu o Programa de Incentivo ao Jovem Empreendedor Rural (Lei nº 3836/2017), que foi apresentado às cerca de 100 pessoas que participaram do 2º Encontro Municipal de Juventude Rural, realizado na tarde de terça-feira (14/11), no Centro de Convivência do Idoso.

O evento, que também contou com a apresentação dos resultados do Programa de Gestão Sustentável da Agricultura Familiar, da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), que é executado pela Emater/RS-Ascar, e com a inauguração do Pavilhão da Agricultura Familiar, foi promovido pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, Prefeitura, Emater/RS-Ascar e Sindicato dos Trabalhadores Rurais. Estiveram presentes o prefeito de Guaporé, Valdir Fabris, e a gerente regional da Emater/RS-Ascar de Caxias do Sul, Sandra Dalmina, entre outras autoridades locais.

Inicialmente, o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, Antônio César Perin, relatou as ações e resultados do Programa de Gestão com a família Romani, formada por três gerações que atuam com bovinocultura de leite e produção de milho, soja, laranja e uva, além de outros alimentos para o autoconsumo. Com a assistência da Emater/RS-Ascar, a família fez mudanças e investimentos na infraestrutura de produção, como a construção e manejo de piquetes, a aquisição de equipamentos para ordenha, novas instalações para a alimentação animal e a construção de um silo, entre outros, e também na conservação do solo, com a construção de curvas de nível e a ampliação do plantio de cobertura do solo, além do manejo e nutrição animal. Atualmente, com uma média de 21 vacas em lactação, a família produz 10.950 litros de leite por mês, tendo um custo de produção de R$ 0,46 o litro, o que oportuniza uma boa rentabilidade para a família, mesmo em um período de baixa no preço recebido pelo produto (R$ 0,92).

E para apoiar ainda mais os jovens empreendedores que atuam no meio rural, incentivando o aumento da produção e da renda familiar, fortalecendo as iniciativas diferenciadas para o setor, o município criou uma lei, que foi apresentada pelo secretário da Fazenda, Celso Grando. Por meio dela, o município reembolsará, para os jovens que se enquadrarem nas normas, 15% das despesas do financiamento através do Pronaf (Pronaf Investimento – Linha Mais Alimentos), concedidos para empreendimentos que não ultrapassem R$ 100 mil.

Após a apresentação destes programas, aconteceu o ato de inauguração do Pavilhão da Agricultura Familiar, com a concessão de uso do espaço pela Cooperativa de Economia Solidária de Guaporé (Cooesg). No pavilhão, localizado ao lado da Horta Comunitária Bruno José Campos, no bairro Planalto, funcionará a feira que já tem mais de 25 anos no município e transitou por vários lugares. Aos sábados de manhã, haverá a comercialização de hortigranjeiros e produtos da agroindústria. Esse espaço também será local de classificação de laranja, visando agregar valor aos citros produzidos em Guaporé.

Central de Conteúdo Unidade Rosário

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais