Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Em Serafina Corrêa cerca de 9.000 bovinos serão vacinados

por Valesca Heloisa Andreolli

Todos os produtores, deverão comprar a vacina nas casas agropecuárias credenciadas, dentro do prazo da etapa

Foto: Divulgação

Durante todo o mês de maio, o Departamento de Defesa Agropecuária, da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Estado do Rio Grande do Sul, estará realizando mais uma campanha de vacinação contra a febre aftosa. A vacinação é obrigatória para todos os bovinos e búfalos e o objetivo é a proteção do rebanho gaúcho contra esta doença grave, altamente contagiosa e responsável por grandes prejuízos econômicos e sociais ao Estado. O papel do produtor rural é fundamental para mantermos o RS livre de febre aftosa. Proteja seu rebanho e comprove a vacinação na Inspetoria de Defesas Agropecuária mais próxima durante o mês de maio. Aqueles que não comprovarem/realizarem a imunização do seu rebanho no período estabelecido pela SEAPI/RS serão autuados conforme determinação do Decreto Estadual n° 52.434/15 e terão sua propriedade interditada até que regularizem a vacinação.

De acordo com Kleiton Pan Fiscal Estadual Agropecuário e Médico Veterinário Oficial em Serafina Corrêa o rebanho estimando para vacinação é de 9.000 bovinos a serem vacinados nesta etapa, cada um com uma dose da vacina equivalente a 5ml.

Todos os produtores, independente da quantidade de bovídeos que possuam, deverão comprar a vacina nas casas agropecuárias credenciadas, dentro do prazo da etapa. A conservação das doses de vacinas é fundamental para a garantia da imunização dos animais. O produto deve permanecer, desde a compra até o uso, na geladeira e deve ser aplicado em até 05 dias corridos, após a aquisição, pois os refrigeradores domésticos nem sempre mantêm a temperatura apropriada à conservação da vacina, além do risco de falta de energia e avarias no equipamento. Nunca coloque os frascos no freezer ou congelado, pois o congelamento anula o efeito da vacina. É importante também comunicar imediatamente a Inspetoria caso existam animais na propriedade com sintomas suspeitos de febre aftosa – babando ou mancando – para averiguação. Para maiores informações, entre em contato com a Inspetoria de Defesa Agropecuária mais próxima ou acesse o site www.agricultura.rs.gov.br

Central de Conteúdo Unidade Rosário

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais