Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Agentes da Susepe localizam drogas em tênis, jaqueta e moletom no Presídio Estadual de Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Duas mulheres tentavam enviar cocaína e crack para apenados durante o chamado “horário de visitas”. Elas foram presas

Sem possibilidade de visitas há cerca de 100 dias familiares de apenados do sistema prisional gaúcho e agentes da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) tiveram suas rotinas modificadas nas quartas e sábados. Os chamados “horários de visita” estão proibidos, mas pai, mãe e companheiras (os) não deixam de levar comida, roupas, calçados ou produto de higiene para quem esteja cumprindo pena. O problema é que alguns aproveitam a situação para tentar encaminhar drogas para o interior do Presídio Estadual de Guaporé.

No sábado, dia 27 de junho, agentes da Susepe, durante análise dos produtos encaminhados pelas visitas para os apenados, encontraram, em dois momentos distintos, cocaína e crack. Na primeira ação exitosa, uma mulher, de 49 anos, moradora do Loteamento São Francisco, bairro São Francisco de Assis, foi presa em flagrante ao tentar enviar entorpecentes para seu filho. Ao passar as roupas pelo equipamento de raio-x, os agentes perceberam algo estranho na ribana jaqueta e no casaco de moletom. As porções estavam costuradas. Passada cerca de uma hora, os agentes encontraram porções de cocaína em um tênis. O calçado estava sendo enviado por uma mulher, de 39 anos, moradora do bairro Centro, para seu filho que está recolhido na casa prisional.

As duas mulheres, após receberem voz de prisão, foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia (DP), de Guaporé, para o registro do flagrante por tráfico de drogas. Posteriormente, elas retornaram ao Presídio Estadual e ficam à disposição da Justiça.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários