Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Simulado de incêndio em escola mobiliza forças da segurança pública, SAMU e Defesa Civil

por André Fabio Bresolin

Atividade reuniu cerca de 20 profissionais que conseguiram ficar dentro do tempo que determinam os protocolos mundiais de resgate

“O simulado de incêndio foi um sucesso e, principalmente, dentro do que determinam os protocolos mundiais. Conseguimos evacuar todas as 215 crianças da Escola Municipal Dr. Jairo Brum em menos de dois minutos e os órgãos de segurança pública chegaram a tempo de salvar o prédio. O SAMU, com rápida resposta e ajuda dos bombeiros, efetuou o resgate das duas vítimas e encaminhando-as para atendimento médico no Hospital Manoel Francisco Guerreiro”, comemorou o tenente Luimar, comandante do Corpo de Bombeiros Militar (CB), de Guaporé.

A guarnição, juntamente com aos policiais do 4º Pelotão da Brigada Militar (BM), profissionais do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), voluntários da Coordenadoria Municipal da Defesa Civil, secretaria de Educação, departamento de trânsito, direção e servidores da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Jairo Brum, localizada no bairro Santo André, realizou com extremo sucesso um simulado de incêndio na manhã chuvosa da quinta-feira, dia 30 de maio. A atividade reuniu os cerca de 20 profissionais que, com auxílio importante dos 215 personagens principais do simulado (estudantes), conseguiram ficar dentro do tempo/resposta que determinam os protocolos mundiais de resgate e salvamento.

A colocação de uma fumaça especial nos corredores do educandário propôs simular um fato “real” de incêndio. Rapidamente, o alarme da escola foi acionado e em menos de dois minutos todos os alunos haviam saído, de forma organizada, das salas de aula. Enquanto os educadores auxiliavam na retirada para um local seguro, a direção acionava os bombeiros, SAMU e BM. Em questão de minutos, todos estavam a postos e realizando o atendimento às duas vítimas, combatendo as chamas e isolando o local.

“É um projeto piloto que, junto com a Defesa Civil e secretaria de Educação, vamos procurar desenvolver em todas as escolas, sejam elas das redes municipal, estadual e particular”, destacou o tenente Luimar.

Após todo o trabalho de resgate e salvamento, os voluntários da Defesa Civil, juntamente com os bombeiros, especificaram as instalações e deram aval para a liberação das atividades educacionais.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários