Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Mulher é baleada em tentativa de feminicídio em Guaporé

por André Fabio Bresolin

Autora foi presa em flagrante dentro do imóvel

Foram quatro disparos. Três acertaram a vítima”, disse o tenente Júlio César de Oliveira Greff, comandante do 4º Pelotão da BM
Foto: Eduardo Cover Godinho

Policiais civis e militares de Guaporé, atenderam na tarde da terça-feira, dia 27 de agosto, uma tentativa de feminicídio na área central do município. Por volta das 15h15min, Kelly De Melo Brasil, 21 anos, foi alvejada dentro do terceiro andar de uma residência, localizada na esquina entre as ruas Luiz Augusto Puperi e Euclides da Cunha, n.º 1402, no bairro Nossa Senhora da Saúde, por disparos de arma de fogo. A autora, identificada pelas iniciais L.P., 49 anos, foi presa em flagrante dentro do imóvel.

Os tiros na vítima, natural de Manaus (Capital do Estado do Amazonas), acertaram a região do tórax, clavícula e cervical. Moradores das proximidades, ouviram os barulhos e acionaram a Brigada Militar (BM). Os profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram chamados e encaminharam Kelly, em estado grave de saúde, ao Hospital Manoel Francisco Guerreiro. A jovem, mãe de um menino, passou por exames de diagnóstico e, devido ao quadro complexo, foi transferida para o Hospital Nossa Senhora de Pompéia, de Caxias do Sul.

A autora, após efetuar os disparos, permaneceu na residência até a chegada do socorro médico e dos brigadianos. Ela não resistiu à prisão e explicou aos policiais os motivos que a levaram a atirar na companheira.

“Ela estava aparentemente tranquila e não esboçou nenhuma reação no momento em que os policiais chegaram na residência. Contou que houve uma discussão, perdeu a cabeça e atirou contra a companheira num momento de descontrole. Entregou a arma do crime, um revólver. Todas as munições haviam sido deflagradas. Foram quatro disparos. Três acertaram a vítima”, disse o tenente Júlio César de Oliveira Greff, comandante do 4º Pelotão da BM.

Agentes da Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, acompanhados do delegado Tiago Lopes de Albuquerque, estiveram na residência para o registro e o levantamento fotográfico da cena do crime. L.P., com antecedentes criminais por extorsão, foi encaminhada para a DP para o registro do flagrante por tentativa de feminicídio.

“A investigação para elucidação do crime está em andamento. Já ouvimos a autora dos disparos que admitiu e explicou os motivos que a levaram a cometer o crime. Esperamos concluir o inquérito policial o quanto antes”, destacou Albuquerque.

Após os procedimentos legais, ela foi conduzida para o Presídio Estadual de Guaporé onde permanece à disposição da Justiça.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários