Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Estelionato: mulher perde R$ 7 mil em mais um golpe do bilhete em Guaporé

por André Fabio Bresolin

Mulher de 61 anos foi abordada por um jovem nas proximidades da Câmara Municipal de Vereadores

Suposto “bilhete premiado” foi mostrado e uma ligação para a Caixa Econômica Federal, que obviamente não ocorreu, confirmava sua veracidade
Foto: Divulgação

As vítimas possuem características semelhantes: mulheres com idade entre 60 e 70 anos. Esse é o perfil escolhido pelos criminosos para lograr êxito na aplicação de um dos golpes de estelionato, em atividade, mais antigos. O famoso “Golpe do Bilhete” lesou na segunda-feira, dia 25 de maio, mais uma guaporense que perdeu R$ 7 mil, conforme o registro na Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé.

A mulher, de 61 anos – com identidade preservada, foi abordada por um jovem nas proximidades da Câmara Municipal de Vereadores, na área central. O estelionatário, de pele branca, loiro e com cerca de 1,70m, estava bem vestido e disse que pegaria a quantia de R$ 20 mil com um empresário, em troca de um bilhete premiado da loteria. Porém, não sabia o endereço do estabelecimento e muito menos tinha consigo um documento para sacar a quantia na instituição financeira. Na sequência, outro golpista, sugeriu que pedisse informações, sendo que em segundos, apareceu um jovem, com pele morena clara e 1,70m. O suposto “bilhete premiado” foi mostrado e uma “ligação” para a Caixa Econômica Federal (CEF), que obviamente não ocorreu, confirmava a veracidade do prêmio.

Os criminosos então, com a vítima dominada e demonstrando ser de confiança, exigiram uma quantia em dinheiro para demonstrar a sua boa fé. O dono do bilhete disse que daria o valor de R$ 150 mil para cada um. Um dos estelionatários entrou em um automóvel, cor branca, e levou a vítima, iludida com a quantia que receberia, até a sua residência para pegar R$ 2 mil. Dinheiro entregue, o golpista informou que precisaria mais e a mulher afirmou ter mais em uma conta na CEF. Saque de R$ 5 mil realizado e novamente dinheiro na mão do criminoso. Posteriormente, a dupla, de posse do celular da vítima, partiu para o almoço e sacaria o prêmio mais tarde. A vítima aguardou por um período na rua Dr. Júlio Campos, proximidade da Loja Tok Requinte/Tok Lar. Tempos depois percebeu que havia caído em um golpe e comunicou as autoridades policiais.

O setor de investigação da DP de Guaporé analisa mais um caso. Imagens das câmeras de segurança, em especial da Câmara de Vereadores e estabelecimentos comerciais, das proximidades poderão contribuir para identificar os três criminosos. A orientação dos órgãos de segurança é para que as pessoas informem que não estão interessadas, saiam de perto dos golpistas e, se localizarem, comuniquem os policiais.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários